Banner Pro Estrada_728x90
Home Geral Interior Palmeira dos Índios: Sede do PSF tem cadeado novo por falta pagamento de aluguel

Palmeira dos Índios: Sede do PSF tem cadeado novo por falta pagamento de aluguel

0
0

Por Bernardino Souto Maior

Prédio PSF do Alto Cruzeiro há cinco meses sem pagar aluguel

A Saúde será um dos desafios para o prefeito diplomado, Julio Cezar (PSB). Será um grande teste para o seu coração. A saúde em Palmeira dos Índios se encontra na UTI e o Brasil vive um momento de turbulência que, por certo, ele terá de ter muita paciência e escolher a dedo seus auxiliares para amenizar a situação.

O quadro é caótico. Exemplo: o engenheiro Marcos Parreco, um dos fieis escudeiros da campanha de Julio Cézar, conta um fato de extrema gravidade. ” O proprietário do prédio onde funciona o PSF do Alto do Cruzeiro, mudou os cadeados neste final de semana, porque há cinco meses não recebe o aluguel.

Mesmo que na segunda-feira, 18, o servidor chegue para trabalhar, será impedindo de entrar no recinto para atender aos pacientes carentes palmeirenses.

Outro caso inusitado é o prédio onde funciona a SMTT, que está há seis meses com aluguel atrasado.

Isso é apenas dois pequenos exemplos para a comunidade palmeirense ficar consciente que Julio Cézar não é o santo milagueiro e nem tem varinha de condão para, no toque de mágica, resolver a situação de penúria porque passa a saúde pública palmeirense.

Sem falar ainda que a UPA poderá amanhecer fechada por decisão dos servidores, que também não recebem os salários e ainda falta medicamentos.

É grave a situação e o pior é saber que não é privilegio só de Palmeira dos Índios.

Neste final de semana estou em Fortaleza, no centro de maior referência do Nordeste sobre cirurgia cardíaca infantil. O Hospital Messejana operava 45 crianças, por mês, salvando vida de gente inocente. Neste final de ano ficou reduzida a duas crianças por cirurgia.

Estamos no fim do túnel, sem observar a luz. Mas é preciso compreensão de todos. Vamos ter que mudar esse estilo de governar, porque do contrário ao invés de investir em medicamentos ou construir hospital, iremos construir cadeia pública para colocar essa quadrilha que tomou conta do Brasil.

Veja o exemplo da Policia Federal de Curitiba, onde a cadeia não tem mais lugares para colocar gente que o juiz Sergio Moro decidiu prender.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *