Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas Ministro Helder Barbalho confirma que Trecho 5 do Canal do Sertão começa em janeiro

Ministro Helder Barbalho confirma que Trecho 5 do Canal do Sertão começa em janeiro

0
0

Por Wadson Regis

Ministro voltará a Alagoas em janeiro para assinar quinta etepa do canal do Sertão (Foto: Márcio Ferreira)

O ano de 2017 promete muito para Alagoas, que já teve um 2016 bem acima da média, no comparativo com a maioria dos estados, a exemplo do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e o vizinho Sergipe, só para citar alguns.

A preocupação com a Segurança Pública é constante, mas os números confirmam que a política de prevenção e enfrentamento à bandidagem surtiu efeito e deixamos a liderança, no quesito violência.

O ajuste fiscal foi duro nos primeiros dois anos do governo de Renan Filho, mas determinante para que as contas ficassem em dia, com salários garantidos aos servidores e pagamentos a fornecedores.

Em 2017 ainda haverá arrocho, mas numa escala menor. Claro, tudo depende da situação do País.

A geração de empregos no ano vindouro também promete aquecer a economia, com o andamento de obras históricas, na capital e interior. Mas, certamente, a grande obra de Alagoas será a tão sonhada e esperada conclusão do Canal do Sertão. Na vinda a Alagoas, para assinar a ordem de Serviço do Marco Referencial de Maceió, na segunda-feira, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, confirmou que em janeiro próximo voltará ao Estado para assinar a ordem de serviço do Trecho 5. Com isso, o líquido, agora precioso em boa parte do Estado de Alagoas, sairá do quilômetro 123, em São José da Tapera, até o quilômetro 150, passando por Monteirópolis até chegar a Olho d’Água das Flores.

“Estamos avançando a cada instante com o Canal do Sertão alagoano, que já contabiliza 125 km de obras executadas, trazendo as águas do rio São Francisco para a região sertaneja. Estamos dando a ordem de serviço para a construção do trecho 5, agora em janeiro. Serão construídos mais 25 km, que vão garantir, acima de tudo, a produção agrícola da região; o consumo para os sertanejos e, efetivamente, a qualidade de vida da nossa população”, disse o ministro.

A maior obra de infraestrutura hídrica do Estado, orçada em R$ 3 bilhões, já beneficia cerca de 160 mil alagoanos, residentes nos municípios de Água Branca, Delmiro Gouveia, Pariconha, Olho d’Água do Casado, Inhapi, Senador Rui Palmeira e São José da Tapera.

Ao final serão 250 km de abastecimento de água ao alcance de um milhão de pessoas, em 42 municípios, do Sertão ao Agreste de Alagoas.

 

FONTE: AL1

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *