Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas Governo de AL investe pela 1ª vez recursos oriundos de Fundo da Segurança Pública

Governo de AL investe pela 1ª vez recursos oriundos de Fundo da Segurança Pública

0
0

Pela primeira vez o Fundo Estadual de Segurança Pública é usado para instrumentalizar as forças de segurança. São R$ 3 milhões em recursos que serviram para adquirir 2.144 coletes balísticos, 670 pistolas – parte com recursos próprios – além de dois ônibus e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para o Corpo de Bombeiros. Mais de 3 toneladas de drogas foram incineradas também, nesta terça-feira (10).

Duzentos capacetes e 40 kits de mergulho foram cedidos aos combatentes do fogo, que ganham suporte atualizado para efetuar sua missão diária. O governador Renan Filho exaltou a integração das forças que resultou num trabalho consistente e eficaz no combate à criminalidade.

“Vemos aqui a comprovação do trabalho integrado da Segurança Pública, em qual temos o resultado de operações no combate às drogas, aproveitando, sobretudo, para entregar equipamentos de segurança individuais. O que resolve de uma vez por todas as necessidades apresentadas pelas categorias”, pontuou Renan Filho.

O fundo foi criado em 2008 e é alimentado pela arrecadação do contribuinte. Entretanto, apenas agora foi aplicado exclusivamente na sua competência original. “Na contabilidade do Fundo Estadual de Segurança Pública ele dispõe de R$ 15 milhões e as licitações foram liberadas”, explicou o governador.

Ainda como sinal do trabalho integrado das forças de segurança, o chefe do Executivo estadual ressaltou que os índices vão cair ainda mais. De 807 homicídios no ano de 2014 para pouco mais de 400, em 2016.

O governador lembrou, durante seu discurso, a iminência da deflagração da Força Tarefa de Segurança Pública e da Força de Aproximação. Resumidamente, estas forças auxiliares vão por nas ruas policiais em seus dias de folga, porém pagos pelo próprio Estado.

Entorpecentes

Três toneladas de entorpecentes foram incineradas, resultado de um ano inteiro de operações e trabalho integrado das forças de segurança.

 

FONTE: AL1

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *