Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Brasil Paulo Afonso: Família de Maria Eduarda que morreu após ser estuprada pelo padrasto pede ajuda para enterrar a criança

Paulo Afonso: Família de Maria Eduarda que morreu após ser estuprada pelo padrasto pede ajuda para enterrar a criança

0
0

O enterro que está programado para hoje à tarde, corre o risco de não acontecer.

Ontem (16), a população de Paulo Afonso ficou chocada com a morte da pequena Maria Eduarda de apenas 2 anos de idade que foi estuprada, o principal suspeito é o padrasto identificado como Valderi Eloi Bonfim, de 59 anos, foi preso pela PM, como o principal suspeito do crime.

Segundo a tia da garotinha Maria Eduarda, ela foi encaminhada pela mãe e pelo padrasto na tarde de ontem (15), para o Hospital Municipal de Paulo Afonso, após um suposto desmaio. Já na unidade de saúde, a menina foi levada rapidamente para a sala de reanimação, após sofrer quatro paradas cardíacas, a situação dela foi estabilizada e então era aguardada vaga para a sua transferência.

Durante o dia a família foi informada pela equipe que atendeu a vítima que ela tinha sinais de abuso sexual, por conta de lesões, principalmente na vagina e no ânus. Horas depois, diante da gravidade do caso, a garota não resistiu e acabou falecendo.

Após a morte da garotinha, a PM foi acionada e informada que o suspeito de cometer o abuso sexual seria o padrasto ele continua preso.

o drama da família continua a madrinha da criança Laila Tamires informou que a família está precisando de ajuda para enterrar o corpo de Maria Eduarda.

Segundo ela, o enterro que está programado para hoje à tarde, corre o risco de não acontecer. A família não tem o dinheiro para comprar o formol que custa aproximadamente R$ 450,00 reais e outras despesas para o funeral.

Por essa razão, fazemos um apelo: Aqueles que quiserem ajudar, pedimos que entrem em contato com família pelo telefone 075 9 8839-3953 (Laila Tamires) e faça a sua doação.

Quem quiser, pode entrar em contato também com o site chicosabetudo pelo telefone 075 9 8819-4371 para maiores informações.

Vítima morava com a mãe e o padrasto, que acabou preso. Ele teria violado a criança enquanto dava banho nela

A pequena Maria Eduarda, de apenas 2 anos, morreu nesta sexta-feira (16) após ser vítima de estupro em Paulo Afonso, no Norte da Bahia. Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito é o padrasto da criança, Valderi Eloi Bonfim, 59 anos, que foi preso. A mãe da menina foi levada para a delegacia, para prestar depoimento, mas foi liberada.

A menina chegou a ser socorrida para o hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos. O crime ocorreu nesta quinta, e Maria Eduarda chegou a passar a noite internada.

Na delegacia, Valderi contou que a criança desmaiou enquanto ele dava banho nela. A mãe estava em casa no momento do crime, mas não teria presenciado o estupro.

Parentes da vítima disseram à polícia que os médicos confirmaram que a menina tinha sinais de agressão sexual.

O corpo da menina foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Paulo Afonso e deve passar por perícia para confirmar a causa da morte.

Com chicosabetudo

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *