Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas VIDA NOVA ONU debate medidas de prevenção à violência nas grotas de Maceió

VIDA NOVA ONU debate medidas de prevenção à violência nas grotas de Maceió

0
0

Trabalho desenvolvido pelo Governo de Alagoas, por meio da Seprev, é apresentado a representantes do organismo internacional

As ações de prevenção à criminalidade nas grotas de Maceió, executadas pelo Governo de Alagoas dentro do programa Vida Nova nas Grotas, foram apresentadas nesta terça-feira (4) à comitiva da Organização das Nações Unidas (ONU) que vai a colaborar na ampliação das ações de desenvolvimento econômico e social previstas para a próxima etapa do programa.
A parceria entre o Programa das Nações Unidas para Habitação e Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e o Governo foi oficializada na terça, com a assinatura, pelo governador Renan Filho, do decreto que cria a Comissão Especial responsável pelo acompanhamento das ações do Vida Nova nas Grotas.
À tarde, oficial internacional sênior da ONU Habitat, Alain Grimard, e a oficial nacional Rayne Ferretti, estiveram reunidos com a secretária de Estado Prevenção à Violência, Esvalda Bittencourt para debater o aprofundamento das ações de combate à criminalidade nas áreas atendidas pelo programa.
“Estamos coordenando diversas ações voltadas para a prevenção da violência, com foco em ações sociais e promoção da cidadania, por meio da educação, mobilização e proteção social”, destacou a secretária.
Segundo a representante da ONU Habitat, Rayne Ferretti, a ideia do encontro foi conhecer as boas práticas desenvolvidas em Alagoas para que elas sejam complementadas e direcionadas também para as grotas que ainda serão beneficiadas pelo acordo de cooperação com o Estado de Alagoas.
“O tema da prevenção à violência está dentro do nosso projeto como um dos focos prioritários, pois entendemos que repressão não é a única saída para diminuir a criminalidade nestes territórios de vulnerabilidade social”, disse Rayne Ferretti.
O Vida Nova nas Grotas expande as ações do Pequenas Obras, Grandes Mudanças e eleva os investimentos em mobilidade urbana, inclusão social e geração de emprego e renda em todas as 76 comunidades existentes em Maceió.
“Ficamos muito surpresos por Alagoas ser o único Estado do Brasil a ter uma secretaria voltada especificamente para prevenção da violência. Queremos compartilhas nossas experiências para fortalecer ainda mais esse trabalho junto à população das grotas de Maceió”, enfatizou o oficial internacional sênior da ONU Habitat, Alain Grimard.
Ações ampliadas
O programa Vida Nova nas Grotas abrange, além das melhorias estruturais nas comunidades instaladas na capital alagoana, estratégias de inclusão produtiva, desenvolvimento econômico e social.
Assim, o programa passa a ser uma plataforma de Governo que congrega de forma mais dinâmica o organismo internacional e todos os órgãos da administração direta e indireta do Estado.
A primeira etapa do programa, voltada para as intervenções urbanas, já contava com o suporte do organismo da ONU para a Habitação (ONU Habitat), a partir do convênio assinado no dia 6 de dezembro de 2016 pelo governador Renan Filho e pelo embaixador da ONU Elkin Velasquez. A partir de terça, com a apresentação das novas estratégias do programa, a ONU Habitat passou a colaborar também na ampliação das ações de desenvolvimento econômico e social.
De acordo com o governador Renan Filho, o novo nome do programa foi pensado a partir das transformações verificadas no cotidiano de milhares de pessoas já beneficiadas e do fortalecimento das ações, sustentado pela parceria com a ONU.
“O programa agora está configurado como uma plataforma de Governo. Ao lado da ONU, vamos ampliar os serviços e levar essas intervenções às 76 comunidades da capital até o final de 2018, com efeitos na urbanização das comunidades, nos índices de evasão escolar e na redução dos índices da criminalidade”, explica o governador.

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *