Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Brasil Ministra do STJ e deputada são ameaçadas após sentença contra Bolsonaro

Ministra do STJ e deputada são ameaçadas após sentença contra Bolsonaro

0
0

A deputada Maria do Rosário, do PT, pediu nesta sexta-feira (18), que a Polícia Federal investigue ameaças que ela vem recebendo desde terça, quando a Justiça confirmou a condenação do também deputado Jair Bolsonaro, do PSC, ao pagamento de R$ 10 mil a ela por danos morais.

A ministra do Superior Tribunal de Justiça, Nancí Andrigui, que foi a juíza do caso, também confirmou que está recebendo e-mails e mensagens agressivas de pessoas simpatizantes do deputado Bolsonaro e que não concordam com a condenação dele.

Bolsonaro foi condenado por ter dito, em 2014, que Maria do Rosário não mereceria ser estuprada por ser “muito feia”. Além da indenização, ele terá de se retratar em suas páginas nas redes sociais.

De acordo com o ofício enviado por Maria do Rosário à Polícia Federal, o número de telefone da deputada foi adicionado a grupos de whatsapp e ela passou a receber áudios e mensagens com ameaças e xingamentos.

Funcionários do Superior Tribunal de Justiça comentaram que vários telefones e e-mails do tribunal têm recebidos dezenas de mensagens deste mesmo tipo contra a ministra Nancí. Ela ainda não se pronunciou sobre o caso.

O deputado Jair Bolsonaro, por meio de sua assessoria de imprensa, disse desconhecer a situação. A Polícia Federal ainda não se pronunciou sobre quais providências deve tomar.

* Título corrigido às 11h37 de 19/08/17. A ministra Nancí Andrigui é do Superior Tribunal de Justiça e não do Supremo Tribunal Federal, como foi informado no título.
Ouça Mais

Agência Brasil

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *