Banner Pro Estrada_728x90
Home Geral Polícia Segurança Púbica apresenta detalhes da prisão de 15 suspeitos de homicídios

Segurança Púbica apresenta detalhes da prisão de 15 suspeitos de homicídios

0
0

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/AL) apresentou, durante coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira (29), detalhes da prisão de 15 suspeitos de homicídios. As prisões ocorreram nos últimos 10 dias. Entre os detidos estão os suspeitos de tramar a morte de um jovem em Maceió e também dos suspeitos de atearem fogo em um morador de rua em Rio Largo.

De acordo com o coordenador da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) delegado Fábio Costa foram presos no último dia 18 o professor de cursinho Thiago Fernando Fonseca de Lima e Jonatas Santos Silva. Eles confessaram a participação na morte de João Vitor Dantas Vasconcelos, crime ocorrido no dia 27 de março, no bairro do Pontal da Barra.

As investigações apontaram que a dupla arquitetou juntamente com Hugo Marcel Marques Felix, Valmir Vieira dos Santos e Bruno Ricardo Santos Amorim, conhecido como “Tapioca” a morte do jovem. A vítima foi atraída por Thiago e Jonatas para um matagal no Pontal da Barra para consumir drogas, mas tudo na verdade era um plano para executá-lo.

“Jonatas foi levado de carro por Valmir e aguardou receber de Thiago a localização pelo WhatsApp para se passar por assaltante. Na verdade ao chegar no local ele executou João Vitor, que estava na companhia do irmão e de um vizinho. Ele não teve nenhum pertence levado e as investigações da Polícia Civil revelaram que na verdade havia um plano do grupo para matar o jovem. O crime ocorreu por pequenas desavenças, mas todos eles se conheciam e consumiam drogas juntos”, explicou o delegado Fábio Costa durante a coletiva.

Também foram presos pela Delegacia de Homicídios da Capital em cumprimento de mandados de prisão preventiva Djavan José dos Santos Silva, de 24 anos, conhecido como “Dija”, Carlos Henrique Ferreira de Andrade, o “Chocolate”, de 23 anos, Natanael Santos da Silva, conhecido como “Chiau”, de 19 anos, Alex Lopes Calheiros de Mendonça, de 25 anos, Eduardo Alves da Silva, o “Dudu”, de 20 anos, e apreendido V.P.G, de 17 anos.

Já o delegado Rubens Martins, do 24º Distrito Policial de Rio Largo, apresentou detalhes da prisão de Gilvânio Paz da Silva, José Francisco Nascimento da Silva e Robert Jonathas da Silva Félix. Eles são suspeitos de ter espancado, esfaqueado e queimado vivo um morador de rua, no município de Rio Largo no último dia 15 de agosto. O crime ocorreu após a vítima ser acusada de estupro, porém o delegado esclareceu que na verdade não há nenhuma queixa de estupro contra a vítima.

“O morador de rua era paciente psiquiátrico e em seus ataques costumava tirar a roupa. Algumas pessoas começaram a chamá-lo de estuprador, mas não há nenhum indício de crime”, explicou o delegado.

As investigações deste crime prosseguem para apurar a participação de mais pessoas no crime.

O delegado também apresentou detalhes da prisão de Donizerte Amâncio da Silva, Jaciel de Andrade Silva, Luiz Felipe da Silva de Omena Almeida e Charles Gomes Marinho, conhecido como “Boi Branco”. Os mandados de prisão foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Rio Largo.

Para o secretário Executivo de Políticas da Segurança Pública, Manoel Acácio Júnior, o resultado apresentado durante a coletiva mostra o trabalho que vem sendo realizado de forma integrada pelas Polícias Civil e Militar.

“Além de apresentar detalhes das prisões, estamos aqui dando uma satisfação à família das vítimas e à sociedade. O trabalho tem um efeito pedagógico mostrando que quem comete crime vai ser punido”, completou.
PC.AL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *