Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque SEGURANÇA PÚBLICA Governo lança sistema de informação da Polícia Comunitária nesta quarta (25)

SEGURANÇA PÚBLICA Governo lança sistema de informação da Polícia Comunitária nesta quarta (25)

0
0

Evento será realizado na Base Comunitária de Segurança do Vergel, nesta quarta-feira (25), a partir das 10h

Novo sistema vai aproximar guarnições das Bases Comunitárias dos moradores dos bairrosNovo sistema vai aproximar guarnições das Bases Comunitárias dos moradores dos bairrosFoto: André Palmeira

O governador em exercício, Luciano Barbosa, e o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Junior, lançam nesta quarta-feira (25), às 10h, na Base Comunitária do Vergel do Lago, o Sistema de Informação e Análise da Polícia Comunitária (SIAPCom), uma nova ferramenta de trabalho que será operacionalizada por policiais militares e visa aproximar a comunidade e efetivo da PM.

 

A partir da instalação do SIAPCom, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) terá acesso a informações referentes à comunidade e, com base nesse levantamento, traçará seu planejamento, controle, comunicação e tomada de decisões em favor dos moradores. “Esse sistema poderá ser acessado pelas guarnições das Bases Comunitárias. São informações importantes que serão coletadas sobre os moradores da localidade e que vão proporcionar uma relação de confiança envolvendo policiais e a comunidade”, relata capitão Iran Rego, chefe de Articulação Política e Prevenção da SSP.

 

As informações são confidenciais, vedadas a qualquer acesso externo e serão colhidas pelas guarnições que atuam nas Bases Comunitárias em Maceió. “Será mais uma ferramenta de combate à violência e que vai promover melhor qualidade de vida da população local”, avalia o capitão.

 

As Bases Comunitárias estão distribuídas nos bairros Jacintinho, Vergel do Lago, Benedito Bentes, Clima Bom e Eustáquio Gomes, localidades consideradas de maior vulnerabilidade à violência. “São informações sigilosas, que a Secretaria de Segurança e outras secretarias podem utilizar em benefício da própria comunidade”, esclarece Iran Rego.

 

Será possível, por exemplo, ter acesso a detalhes sobre a localidade onde está a Base Comunitária, como evasão escolar, vítimas de crime e avaliação dos serviços públicos.

 

André Palmeira
André Palmeira
André Palmeira
André Palmeira

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *