Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas PF pode pedir a condução coercitiva de deputados estaduais

PF pode pedir a condução coercitiva de deputados estaduais

PF pode pedir a condução coercitiva de deputados estaduais
0
0

Nessa segunda, os deputados deveriam ter comparecido para explicar o suposto pagamento de salários a servidores fantasmas

 

A Polícia Federal (PF) pode pedir a condução coercitiva de deputados acusados de envolvimento em desvios na Assembleia Legislativa de Alagoas, caso os parlamentares se neguem a comparecer para prestar depoimento ao delegado responsável pelo caso.

Nessa segunda-feira (30), os deputados Edval Gaia (PSDB) e Severino Pessoa (PSC) deveriam ter comparecido para explicar o suposto pagamento de salários a servidores fantasmas. No entanto, nenhum deles apareceu na sede da PF, no bairro de Jaraguá.

De acordo com o delegado Bernardo Gonçalves de Torres, superintendente da PF em Alagoas, os parlamentares serão novamente convocados e, caso não compareçam, será feito à Justiça um pedido de uma condução coercitiva.

“Os dois devem ser indiciados 45 vezes pelo crime de peculato, por envolvimento no desvio de recursos da Assembleia”, explicou o superintendente à TV Gazeta.

Investigações apontam que um esquema criminoso na Assembleia Legislativa de Alagoas provocou um prejuízo de até R$ 15 milhões aos cofres públicos. Além de Edval Gaia e Severino Pessoa, outros nove parlamentares ou ex-parlamentares são acusados no esquema.

A deputada estadual Thaise Guedes (PMDB) foi indiciada, na última semana, por suspeita de participação no esquema. Ela teria se beneficiado com R$ 220 mil, por meio de pagamento a servidores fantasmas.

GAZETAWEB

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *