Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Arapiraca Professor arapiraquense ironiza sobre reajuste de

Professor arapiraquense ironiza sobre reajuste de

0
0

Foto por: Reprodução

O professor Antonio Barbosa Lúcio, da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), usou as redes sociais para ironizar as reclamações, feitas por “pobres”, como ele mesmo classificou, sobre o aumento do estacionamento para clientes que estão no Arapiraca Garden Shopping. O valor passou de R$ 5,50 para R$ 6 pela permanência de três horas e, em caso de exceder a permanência no local, os usuários pagam R$ 12 para carros e R$ 8 para motos.

De acordo com o professor, a polêmica “que andam fazendo com o valor do estacionamento do shopping em Arapiraca” é interessante.

“Quem será que anda reclamando? Certamente, pobre que comprou carro em 60 meses, não possui dinheiro nem para a gasolina, tendo em vista que o Temer resolveu lascar com todos e, imagine para estacionamento” (sic), publicou Antonio Barbosa Lúcio, em sua página no Facebook.

A publicação, que foi feita no fim da noite dessa terça-feira (7), já alcançou dezenas de reações, comentários e compartilhamentos. Além disso, prints [captura do post] circulam em grupos no WhatsApp.

“Claro, estão zangados pois esse dinheiro a mais do estacionamento seria aquele que pagariam por uma água mineral ‘nas ‘praças de alimentação’ que, para pobre, serve mesmo como “praça para ver o povo passar”. Há, os donos do shopping já perceberam isso e, não querem pessoas apenas ocupando espaço” (sic), criticou Antonio Barbosa Lucio.

Ainda conforme a publicação, “a próxima medida, aconselho eu, seria cobrar por consumo mínimo nas praças de alimentação, solução perfeita para manter pobre distante do shopping. A primeira medida já tomaram. Claro, sempre tem pobre que vai de ônibus e a pé, más, nesse caso, outras medidas seriam adequadas a seu tempo, tendo em vista que pobre que se acha de classe média não iria a pé ou de ônibus(acho que não)” (sic), concluiu.

A postagem gerou muita repercussão de forma negativa e positiva. Nossa equipe tentou entrar em contato com o professor, mas até o fechamento da matéria, não obteve êxito.

jaenoticia

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *