Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas Mais de 2 mil beneficiários do INSS ainda não realizam a prova de vida em Santana do Ipanema

Mais de 2 mil beneficiários do INSS ainda não realizam a prova de vida em Santana do Ipanema

Mais de 2 mil beneficiários do INSS ainda não realizam a prova de vida em Santana do Ipanema
0
0

Mais de 2 mil beneficiários do INSS ainda não realizam a prova de vida nas agências bancarias de em Santana do Ipanema.

 No município 2111 pessoas que recebem benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ainda não fizeram a prova de vida.

O prazo final é nesta quarta -feira(28), o procedimento é obrigatório e, quem perder o prazo, pode ter o benefício suspenso.

Inicialmente, o prazo para a comprovação de vida terminaria em 31 de dezembro de 2017, mas o governo prorrogou a data devido ao número alto de beneficiários que deixaram de faze- la.

O INSS tem mais de 34 milhões de beneficiários. Até janeiro de 2018, 4,7 milhões ainda não haviam comparecido aos bancos pagadores para realizar o procedimento.

Veja abaixo o que é preciso para fazer a comprovação de vida:

Quem é obrigado a fazer?

Segundo o governo, a prova de vida é obrigatória para todos os beneficiários do INSS que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Quem não fizer a comprovação de vida no tempo previsto poderá ter seu pagamento suspenso.

Onde fazer a comprovação?

A comprovação de vida é realizada diretamente no banco em que o segurado recebe o benefício. Não é necessário ir à agência da Previdência Social.

O que levar?

Na agência bancária, basta apresentar um documento de identificação com foto. Pode ser:

  • carteira de identidade
  • carteira de trabalho
  • carteira nacional de habilitação

A Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda informou que algumas instituições financeiras que possuem sistemas de biometria estão utilizando essa tecnologia para realizar a comprovação de vida nos terminais de autoatendimento.

E quem não pode ir até a agência?

Aqueles que por motivos como doença ou dificuldades de locomoção não puderem ir à agência bancária para realizar a comprovação de vida, pode enviar, em seu lugar, um procurador. Entretanto, ele precisa estar devidamente cadastrado no INSS.

 

Com g1

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *