Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque peração cumpre mandados contra suspeitos do assassinato de vereador de Batalha

peração cumpre mandados contra suspeitos do assassinato de vereador de Batalha

peração cumpre mandados contra suspeitos do assassinato de vereador de Batalha
0
0

Militares e civis foram mobilizados no intuito de cumprir mandados expedidos pela Justiça

Uma operação integrada que envolve policiais militares e civis, além de grupos especializados de investigação da Polícia Judiciária, foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (28), nos municípios de Batalha, região da Bacia Leiteira, no Sertão de Alagoas, além de Arapiraca e Craíbas. A ação faz parte das investigações da morte do vereador Tony Carlos Silva de Medeiros, o Tony Pretinho.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) informou, por meio de nota à imprensa, que a operação cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão.

Também anunciou coletiva de imprensa, às 15h, para detalhar os trabalhos executados desde o começo da manhã. O secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e a comissão de delegados que investiga o caso vão passar as informações aos veículos de comunicação

Há informes de pessoas que foram presas e levadas para serem ouvidas na delegacia.

Esta é a segunda fase da ação que tenta esclarecer as mortes de vereadores em Batalha.

Foram mobilizados militares do 7º Batalhão, do Tigre e de outras unidades especializadas da Polícia Civil e da Polícia Militar.

CRIME

O vereador Tony Carlos Silva de Medeiros (PR), o Tony Pretinho, de 34 anos, foi assassinado no dia 15 de dezembro de 2017. Ele foi atingido por diversos disparos de arma de fogo na porta da própria residência. Um carro, de modelo e placa não identificados, foi flagrado deixando a área.

O crime aconteceu pouco mais de um mês após a morte do vereador Neguinho Boiadeiro, no dia 09 de novembro.

Servidor público estadual, Tony Pretinho foi eleito com 771 votos. A polícia investigava se havia alguma relação de afinidades política entre os dois vereadores assassinados.

OUTRA OPERAÇÃO

Na semana passada, a Segurança Pública de Alagoas fez uma operação na cidade que resultou na prisão de três suspeitos da morte do vereador Neguinho Boiadeiro.

No total, foram expedidos dez mandados de busca e quatro de prisão. O vereador Sandro Pinto (PMN), o sobrinho dele Rafael Pinto e outra pessoa identificada como Maikel Santos foram localizados e presos.

Um quarto suspeito, que não teve o nome divulgado, continuava foragido e era alvo da operação também.

A própia Secretaria de Segurança havia informado que outras operações estavam programadas na cidade com o intuito de esclarecer as mortes de dois vereadores por Batalha.

gazetaweb

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *