Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas SSP conclui que ‘Baixinho Boiadeiro’ assassinou vereador ‘Tony Pretinho’ em Batalha

SSP conclui que ‘Baixinho Boiadeiro’ assassinou vereador ‘Tony Pretinho’ em Batalha

SSP conclui que ‘Baixinho Boiadeiro’ assassinou vereador ‘Tony Pretinho’ em Batalha
0
0

Segundo a SSP, Baixinho teve a ajuda de outra pessoa, identificada como Thiago Mariano, que também encontra-se foragido

As investigações policiais realizadas pela Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP) concluíram que José Márcio Cavalcante, mais conhecido como “Baixinho Boiadeiro”, é o principal suspeito de ser o autor intelectual e material da execução do vereador da cidade de Batalha, Tony Carlos Silva de Medeiros, o Tony Pretinho. O crime aconteceu em dezembro de 2017 e, na manhã desta quarta-feira (28), a polícia cumpriu 12 mandados de busca e apreensão, sendo seis deles em fazendas localizadas no município sertanejo.

De acordo com a Polícia Civil – responsável por realizar a investigação -, as diligências mostram que Baixinho e outra pessoa identificada como Thiago Mariano são os responsáveis pela execução do parlamentar. O primeiro teria efetuado 15 tiros nas costas da vítima, com o segundo deflagrando o disparo de arma de calibre 12 no rosto do parlamentar. O crime aconteceu semanas após a morte Adelmo Rodrigues, o Neguinho Boiadeiro (PSD), pai de Neguinho.

A polícia sustenta que os motivos que levaram Baixinho Boiadeiro a cometer o crime têm ligação com duas situações que resultaram em mortes, sendo a primeira do tio dele, Emanuel Boiadeiro, que morreu durante uma operação da Deic realizada em outubro de 2017, e a segunda relacionada à morte do pai dele. O suspeito acredita que o Tony Pretinho tem participação nas duas mortes e, diante disso, cometeu o crime semanas após o seu pai ser executado ao sair da Câmara.

Baixinho Boiadeiro e Thiago Mariano estão foragidos e são procurados pela polícia, que disse que eles não ficarão sumidos por muito tempo.

Entre as provas técnicas que a polícia possui, destaca-se a da balística. Um laudo assinado por técnicos comprova que a arma que atirou contra Tony Pretinho foi a mesma que Baixinho Boiadeiro teria utilizado no dia do crime do pai dele para se vingar. À oportunidade, ele teria efetuado disparos de arma de fogo contra José Emílio Dantas, como vingança. Ele acredita que os Dantas tem ligação com a morte do então vereador por Batalha.

gazetaweb

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *