Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Cotidiano Funcionário da OAB é baleado em frente ao Fórum após discutir com militares

Funcionário da OAB é baleado em frente ao Fórum após discutir com militares

Funcionário da OAB é baleado em frente ao Fórum após discutir com militares
0
0

Entidade cobrou da Secretaria de Segurança Pública a rápida investigação sobre o caso

Um funcionário da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB), que atua como guardador de carros no Fórum do Barro Duro, em Maceió, foi baleado, na tarde desta segunda-feira (4), após discutir e trocar agressões com integrantes do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). Testemunhas contam que José Geovane foi baleado na perna após reagir a uma abordagem policial que teria sido abusiva e desproporcional.

De acordo com as testemunhas, Geovane é guardador há muito tempo do Fórum e só teria reagido após ser, supostamente, agredido pela guarnição. Versão essa que a polícia contesta. A discussão com os militares teria iniciado após um funcionário da OAB apontar que os carros que estavam parados na calçada tinham autorização para lá ficaram e, portanto, não deveriam ser notificados por infração.

Por sua vez, o comandante do Bptran, major Felipe Lins, esclareceu que, diante das informações que chegou até ele por meio dos militares envolvidos, José Geovane teria discutido com os policias, chegando a agredi-los com tapas e murros. Com isso, a guarnição teria reagido com um disparo para conter a agressão do guardador. Ele foi atingido na perna.

Funcionário da OAB é baleado por militares em frente ao Fórum

Policiais do BPTran estavam notificando veículos quando caso aconteceu

 

Em nota enviada à imprensa, a OAB/AL e a Caixa de Assistência dos Advogados de Alagoas (CAA/AL) disseram repudiar veementemente a ação dos militares. A entidade disse que já solicitou à Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL) informações sobre como desenrolaram os fatos, bem como a investigação sobre a situação.

Conforme a nota, ao tomarem ciência do ocorrido, a OAB Alagoas e a Caixa de Assistência mantiveram contato imediato com a SSP. Minutos depois, as instituições foram informadas que o funcionário estava sendo encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Representantes das instituições se dirigiram para a unidade hospitalar para acompanhar o atendimento da vítima e buscar mais informações.

“A OAB Alagoas e a Caixa de Assistência ressaltam o total respeito aos militares que honram o dever diário de defender a população, colocando em risco suas próprias vidas. Atitudes arbitrárias não podem manchar o valor de toda a corporação, no entanto, precisam ser repudiadas e combatidas”, diz o texto enviado à imprensa.

 

gazetaweb

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *