Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque Militar que atirou em funcionário da OAB já foi acusado de excesso em abordagem policial

Militar que atirou em funcionário da OAB já foi acusado de excesso em abordagem policial

0
0

Cyro da Vera Cruz Neto, 26 anos, policial militar que ingressou nos quadros da PM de Alagoas em 2013, é acusado de atirar, em frente ao fórum do Barro Duro, em José Geovane da Graça, funcionário há 20 anos da OAB alagoana. O crime aconteceu na tarde desta segunda-feira (4) e foi registrado pela câmera de um celular.

Em depoimento ao delegado Antônio Carlos Machado Costa, Cyro disse que anotava as placas dos veículos estacionados de maneira irregular, em frente ao fórum, na vaga destinada aos advogados. Foi quando viu José Geovane atravessar a rua e discutir com o soldado Holanda, que integrava a guarnição naquele momento. Na versão do PM, Geovane estava exaltado e ele, Cyro, foi na direção de Geovane e do soldado Holanda “para dar apoio ao colega”. Viu que Geovane empurrou duas vezes o soldado.

A discussão piorou. O soldado Holanda- sempre na versão do PM Cyro- sacou a arma e ordenou que o funcionário da OAB pusesse as mãos na cabeça. Geovane recusou. Cyro tentou imobilizar o funcionário da ordem. O soldado Holanda pôs a arma no coldre para ajudar na imobilização.

Geovane- versão de Cyro- deu um soco nele e correu. Viu que o funcionário tentava retirar, da cintura, uma faca. “Que, diante do perigo iminente, o declarante desferiu um disparo de arma de fogo na perna do indivíduo”.

Abordagem excessiva

21 de novembro de 2015, bar Dance Night Clube, cidade de Coqueiro Seco, região metropolitana. Cyro integrava guarnição da Polícia Militar e foi acusado de excesso na abordagem policial a Gilberto Gabriel Costa Monteiro.

A PM abriu um procedimento administrativo disciplinar contra os policiais. Eles entraram na Justiça alegando uma série de irregularidades no procedimento. Um vídeo é a principal prova do suposto excesso. O processo tramita na 13ª Vara Criminal.

reporternordeste

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *