Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Justiça Bolsonarista ruim de geografia ameaçou petistas de processo antes de ser indiciada pela PF por disseminar notícias falsas

Bolsonarista ruim de geografia ameaçou petistas de processo antes de ser indiciada pela PF por disseminar notícias falsas

Bolsonarista ruim de geografia ameaçou petistas de processo antes de ser indiciada pela PF por disseminar notícias falsas
0
0

A professora de educação física Inaiara Mello Roux Leite Aronne foi indiciada nesta sexta-feira, 19, pela Polícia Federal por disseminar informações falsas, sugerindo fraude no primeiro turno das eleições de 2018.

Ela é dona da Ina Fitness, academia de Porto Alegre. Já foi cadastrada no governo federal como fornecedora de serviços de educação física no Terceiro Batalhão de Comunicações do Exército, na capital gaúcha.

O vídeo acima foi a prova utilizada pela Polícia Federal para indiciá-la.

Quando foi publicado, Inaiara acabou bombardeada por internautas sobre sua afirmação de que importantes cidades do Nordeste, como Recife, Petrolina e Juazeiro, viviam à luz de vela — e seriam do tamanho “de um ovo”.

Recife tem mais de 1,5 milhão de habitantes.

“Eu tenho muito bom advogado, o nome de vocês todos foi catalogado durante esta semana, vocês vão receber uma surpresinha”, ameaçou em tom de blague, num vídeo em que repudia mensagens que atribui a “petistas” e apoia Jair Bolsonaro.

No mesmo vídeo, disse que ia lançar um canal no You Tube com o nome de “À Luz de Velas”.

“O direito vigente tem cláusulas específicas sobre crime virtual”, disse ela em outro vídeo, publicado também no dia 17 de outubro, alegando que teria recebido ameaças de morte.

Dois dias depois, ela foi indiciada com base nos artigos 324 e 325 do Código Eleitoral.

Pode pegar até três anos de prisão, com aumento de um terço por conta do artigo 327, em razão da utilização de redes sociais para divulgação do conteúdo falso.

Segundo a PF, o indiciamento foi por “divulgar, na propaganda, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado” e “caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”.

 


 

Depois do indiciamento, Inaiara nada postou em sua página no Facebook.

A falsa denúncia de fraude eleitoral feita por ela está em linha com outros pronunciamentos da campanha de Jair Bolsonaro.

Um vídeo que o TSE de Minas diz ter sido fraudado foi compartilhado nas redes sociais por um dos filhos do candidato neofascista — o vídeo era “prova” de que urnas estariam votando automaticamente em Fernando Haddad quando eleitores pressionavam o número um.

Fake, de acordo com o TSE.

A fala de Inaiara atribui a fraude ao “atual governo” e diz que moradores das cidades que listou foram impedidos de votar em Bolsonaro no primeiro turno:

“Gente, esse vídeo é mais uma vez para pedir apoio para o pessoal do Nordeste. O que está acontecendo? As urnas fraudadas, a maior parte delas, foi para o Nordeste. Isso já foi um planejamento criminoso do atual Governo, certo? Vou citar para vocês as cidades: Petrolina, Juazeiro, Recife, Pesqueiro, Serra Talhada, Vitória de Santo Antonio e Alagados são cidadezinhas que são do tamanho de um ovo. Lá a luz é a vela ainda. É um povo muito carente ainda. Mas, gente, é muito carente mesmo. E eles estão muito chateados por que não conseguiram votar no Bolsonaro. Estão fazendo o que? Colocando essa massa contra o Nordeste. E não é isso. Temos que apoiar o Nordeste e temos que ir atrás disso, crime eleitoral foi o que aconteceu. Vamos denunciar.”

Inaiara, além da carência básica de geografia, demonstrou também não conhecer o programa Luz para Todos, lançado no primeiro mandato do ex-presidente Lula com o objetivo de atingir 2 milhões de famílias do meio rural que viviam sem energia.

Noventa por cento delas estavam abaixo da linha da pobreza, mas foram beneficiadas com a tarifa social  — muitas puderam comprar geladeiras pela primeira vez.

O programa foi um grande sucesso, especialmente no Nordeste, e recentemente foi prorrogado até 2022.

viomundo

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *