Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque Suspeito de furtar celulares dentro de faculdade é preso pela polícia

Suspeito de furtar celulares dentro de faculdade é preso pela polícia

Suspeito de furtar celulares dentro de faculdade é preso pela polícia
0
0

Além dele, uma pessoa também foi detida por receptação dos aparelhos furtados

Dois homens suspeitos de furtar aparelhos celulares de estudantes universitários foram presos, nessa quarta-feira (24), durante uma ação deflagrada pela Polícia Civil. Câmeras de segurança instaladas na instituição de ensino teriam flagrado a ação criminosa.

De acordo com informações repassadas pelo delegado Fábio Costa, as vítimas notaram a falta dos aparelhos celulares e buscaram as imagens das câmeras, constatando que o crime havia sido cometido por um taxista que teve acesso às dependências do local e entrou na sala de aula do curso de Odontologia, de onde foram levados os objetos dos alunos.

A Gerência de Recursos Especiais da Deic foi acionada pelos estudantes e conseguiu identificar os responsáveis pelo furto. Jucival Barbosa, conhecido como Rei do Iphone, de 33 anos, e Robson Aragão, de 40 anos foram presos em flagrante. Em depoimento, Robson confessou ser a pessoa que aparece nas imagens, relatando que já havia repassado os aparelhos para Jucival, que se encarregaria de vender os celulares.

De acordo com a polícia, os dois já têm histórico de furto. Em 2014, Jucival foi alvo em uma investigação que culminou em prisão. Ele era suspeito de arrombar veículos em estacionamentos de estabelecimentos comerciais e foi denunciado por integrar Organização Criminosa junto à 17ª Vara Criminal da Capital. Já Robson foi preso em flagrante em 2017 pelos crimes de furto, receptação e associação criminosa.

Os suspeitos foram conduzidos à sede da Deic para a lavratura do devido procedimento legal.  Robson foi autuado pelo furto e Jucival pela receptação dos objetos, sendo encaminhados, logo em seguida, ao sistema prisional onde ficarão a disposição da Justiça.

A ação que resultou na prisão dos dois suspeitos também contou com a participação de agentes do Tigre.

 

gazetaweb

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *