Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Cotidiano Em entrevista a TV Pajuçara assassino de Silvânio Barbosa alega legítima defesa para deixar cadeia

Em entrevista a TV Pajuçara assassino de Silvânio Barbosa alega legítima defesa para deixar cadeia

Em entrevista a TV Pajuçara assassino de Silvânio Barbosa alega legítima defesa para deixar cadeia
0
0

 

A entrevista de Henrique Matheus da Silva a Oscar de Melo (TV Pajuçara) preocupa os vereadores de Maceió. Henrique é assassino confesso do vereador Silvânio Barbosa, morto com 26 facadas em 6 de setembro e o corpo descoberto dois dias depois.

Discursos na Câmara na tarde desta quinta-feira (29) apontam que Henrique busca um álibi. Quer justificar o crime porque foi forçado a manter relações sexuais com Silvânio.

“Ainda estou estarrecida com a frieza com que aquele assassino narrou os fatos do dia do crime. Ele chegou a dizer que matou o meu amigo Silvânio Barbosa porque ele queria fazer sexo e o criminoso não quis, tentando arrumar um álibi ou algo do tipo para afirmar que agiu em legítima defesa, e não há que se falar nisso porque Silvânio foi atingido até na sola dos pés, tamanho ódio que com ele foi morto. É um crime homofóbico e premeditado. Mas o advogado daquele monstro tenta criar fato, como ele ser réu primário, ter residência fixa e outros detalhes para que ele não vá a júri popular. Dessa forma, uso a Tribuna desta Casa para pedir aos meus colegas que criemos uma comissão para acompanhar de perto e cobrar as autoridades para que a justiça seja feita. Silvânio era meu amigo e nunca vou me esquecer dele”, disse Silvânia Barbosa, vereadora mais próxima de Silvânio, uma das primeiras a chegar ao apartamento onde ele foi encontrado, no Benedito Bentes.

Henrique matou Silvânio, roubou o celular mais o carro do vereador. Foi preso na Paraíba. Alega que estava drogado na hora do crime.

Reporternordeste

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *