Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas Renan Filho toma posse para o 2º mandato como governador de Alagoas

Renan Filho toma posse para o 2º mandato como governador de Alagoas

Renan Filho toma posse para o 2º mandato como governador de Alagoas
0
0

Governador falou em investimentos em políticas públicas e nova reforma administrativa. Vice-governador Luciano Barbosa também tomou posse na ALE.

 

Tomaram posse nesta terça-feira, dia 1º de janeiro de 2019, o governador Renan Filho (MDB) e o vice-governador Luciano Barbosa (MDB), reeleitos com 77,30% dos votos. A cerimônia aconteceu na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

O governador chegou à ALE acompanhado dos dois filhos e da primeira-dama, Renata Pires Calheiros. O juramento aconteceu por volta das 15h30.

Em seu discurso de posse, o governador citou o poeta Fernando Pessoa, o escritor alagoano Graciliano Ramos e o cantor e compositor Lulu Santos, e destacou que conduzir o estado é seguir na ‘missão da minha vida’.

“Alagoas me trouxe aqui de novo. O povo fez a escolha com total liberdade, de maneira soberana, e decidiu que temos que continuar na missão que começamos, constuir o muito que ainda falta construir na nossa Alagoas, ouvir o povo, aprender com ele, seguir bebendo na fonte limpa da experiência popular, onde está o caminho mais direto”, disse Renan Filho.

“Daqui até 2022 tem muito trabalho. Estamos partindo de um ponto melhor que em 2015. Alagoas foi privilegiada pelas circunstâncias e pelo trabalho dessa equipe que participa dessa segunda posse”, avaliou.

Ele também classificou que seu governo tem como marca a cobrança por resultados, mas sem autoritarismo.

“Acomodação cria mofo. Se chegamos até aqui, é porque esse é um governo insaciável na cobrança de resultados. É assim que se mantém o governo. Os resultados, se não cobrados, demoram a chegar. A cobrança não deve ser uma rotina tirânica ou afirmação de superioridade. É o desafio que cada um deve fazer a si próprio. A cobrança, feita de maneira certa, é recebida com elogio. Só se cobra resultados daqueles que podem ser cobrados”, afirmou o governador.

Vice-governador de Alagoas, Luciano Barbosa também tomou posse nesta terça, na ALE — Foto: Derek Gustavo/G1Vice-governador de Alagoas, Luciano Barbosa também tomou posse nesta terça, na ALE — Foto: Derek Gustavo/G1

Vice-governador de Alagoas, Luciano Barbosa também tomou posse nesta terça, na ALE — Foto: Derek Gustavo/G1

Renan Filho destacou também os avanços na educação no primeiro mandato.

“O que era promessa virou realidade, com 50 escolas de tempo integral, que estimula a descoberta e revela talentos. Além das escolas, nossos alunos se destacaram nas olimpíadas nacionais de matemática, física e robótica. Com o programa escola 10, criamos uma sinergia com os municípios, que nos levou ao maior crescimento do Ideb”, afirmou.

E lembrou o início do seu primeiro governo. “Há 4 anos, eu disse que faria da escola nosso principal equipamento público, e o desenvolvimento viria com investimento na educação. Nosso governo institucionalizou um programa que não é mais de governo, mas de estado. Vamos elevar ainda mais os indicadores do Ideb, com mais escolas, mais ginásios de esporte, centros de educação integral na capital e no interior”.

Durante o discurso no plenário da ALE, o governador citou o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que tomou posse nesta terça, em Brasília, e brincou com o tempo de discurso de cada um.

“Falei mais que Bolsonaro, que falou pouco. Desejo ao novo presidente muita sorte na condução do país. E que ele possa, de forma serena, democrática, encontrar o caminho do desenvolvimento do nosso país, que construa pontes para que o que for feito, que beneficie a grande maioria, e que vá de encontro aos interesses daqueles que defendem os privilégios, e que querem controlar a riqueza do país”, afirmou Renan Filho.

Antes de entrar no plenário, Renan Filho falou também sobre o novo mandato e reforma administrativa.

“Vamos trabalhar para melhorar as políticas públicas. Nosso estado, que era conhecido pelos altos índices de violência, poucos leitos nos hospitais, agora é conhecido como o que mais reduz violência, investe em educação, infraestrutura”, avaliou o governador reeleito.

Ele também comentou a relação entre os Poderes e o trabalho conjunto entre Executivo e Legislativo.

“Agradeço ao Luiz Dantas [do MDB, presidente da Mesa Diretora da ALE], e aos parlametares que colaboraram com nosso trabalho pelos últimos 4 anos. Precisamos agir harmonicamente, e o covívio com a ALE, o Judiciário, permite governar com naturalidade”, afirmou Renan Filho.

Reforma administrativa

O governador de Alagoas, assim como no início do primeiro mandato, falou que vai promover uma reforma do secretariado, para oxigenar a administração pública.

“Estou adequando a reforma do secretariado ao calendário legislativo. Até o início de fevereiro, vamos com a equipe que está aí. Depois disso, faremos as reformas necessárias”, explicou.

Depois da posse, Renan Filho deu posse aos 20 secretários, procurador-geral e controladora-geral de Estado em uma cerimônia realizada no Palácio Museu Floraniano Peixoto, no centro de Maceió.

Plenário da ALE ficou lotado para posse do governador e do vice-governador de Alagoas — Foto: Derek Gustavo/G1Plenário da ALE ficou lotado para posse do governador e do vice-governador de Alagoas — Foto: Derek Gustavo/G1

Plenário da ALE ficou lotado para posse do governador e do vice-governador de Alagoas — Foto: Derek Gustavo/G1

E reconheceu que é preciso reconhecer o que não deu certo, para que haja melhorias.

“Vamos seguir procurando onde precisamos melhorar. Ainda há áreas que há muita coisa por fazer. Vou trabalhar para retribuir o carinho das pessoas, com dedicação e trabalho, para uma Alagoas ainda melhor”, disse o governador.

Além dos deputados estaduais, diversas outras autoridades e políticos compareceram à posse do governador e do vice-governador de Alagoas.

Também reeleito, o senador Renan (MDB), pai do governador, esteve presente à cerimônia. Assim como o agora ex-deputado federal Ronaldo Lessa (PDT).

Biografia

O economista José Renan Vasconcelos Calheiros Filho, de 39 anos, foi eleito para o primeiro mandato no governo do Estado em 2014, com 52,16% dos votos válidos, se tornando o mais jovem governador da história de Alagoas.

Filho mais velho de Renan Calheiros (PMDB) e de Verônica Rodrigues Calheiros, Renan Filho nasceu no dia 8 de novembro 1979, em Murici, onde acompanhou na infância a carreira política do avô, Olavo Calheiros, e do pai.

Em 1995, Renan Filho mudou-se para Brasília, onde concluiu o ensino médio e se formou em Economia pela Universidade de Brasília (UNB). Após a faculdade, passou a trabalhar com o pai no Senado. Em 2013, concluiu um curso de extensão em Políticas Públicas, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Na política, Renan Filho começou cedo sua trajetória. Foi eleito aos 25 anos prefeito da cidade de Murici, na Zona da Mata alagoana, em 2004. Em 2008 ele foi reeleito, deixando o cargo em 2010, quando foi eleito deputado federal.

Casado com a administradora Renata Pires Calheiros, Renan Filho é pai de dois meninos: Davi e João.

Governador Renan Filho chega para a posse com a primeira-dama, Renata Calheiros, e os filhos, Davi e João — Foto: Derek Gustavo/G1Governador Renan Filho chega para a posse com a primeira-dama, Renata Calheiros, e os filhos, Davi e João — Foto: Derek Gustavo/G1

Governador Renan Filho chega para a posse com a primeira-dama, Renata Calheiros, e os filhos, Davi e João — Foto: Derek Gustavo/G1

G1

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *