Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Arapiraca Arapiraca: Rua do Cemitério Santo Antônio vira ponto de descarte de entulho de construção e lixo

Arapiraca: Rua do Cemitério Santo Antônio vira ponto de descarte de entulho de construção e lixo

Arapiraca: Rua do Cemitério Santo Antônio vira ponto de descarte de entulho de construção e lixo
0
0

Morador gravou um vídeo para mostrar a situação precária da Rua Margarida Nunes Magalhães, importante via de acesso ao Centro da cidade para a população de diversas localidades

Na tarde desta segunda-feira (21), nossa redação recebeu um vídeo gravado por um morador indignado com a situação precária da Rua Margarida Nunes Magalhães, no bairro Verdes Campos, em Arapiraca. Esta é a rua onde está situado o Cemitério Municipal Santo Antônio.

Representando a indignação de todos que trafegam diariamente pela Rua Margarida Nunes Magalhães, o morador, que preferiu não se identificar, explica que esta via é importante porque é um caminho de acesso ao Centro da cidade para a população dos povoados Baixa da Onça e Baixa da Hora, do Condomínio Bem Viver, Distrito Industrial, Loteamento Jacarandá e bairro Verdes Campos, além de ser a rua de um cemitério municipal.

“Como é que uma via de acesso mais rápido ao Centro da cidade de Arapiraca, que é usada por tantos cidadãos arapiraquenses e até pela população do município de Feira Grande, pode ficar nesse estado de abandono pelo poder público? A população que utiliza esse acesso é grande, portanto, tem importância nas urnas”, desabafa o morador.

Segundo as imagens mostradas no vídeo, a Rua Margarida Nunes Magalhães não tem pavimentação, muito menos asfalto, é cheia de buracos, sendo assim, quando chove fica intransitável, e serve como ponto de descarte de entulho de construção e lixo. “Muita gente para o carro ali, descarrega seu entulho ou lixo domiciliar e vai embora, como se essa rua fosse um lixão”, aponta o morador.

“Quem trafega por essa via precisa estar atento aos buracos, sendo assim, tem de manter a velocidade baixa para não acabar com seu veículo e evitar acidentes. Os assaltantes se aproveitam disso para roubar, principalmente motociclistas. São frequentes os assaltos nesse trecho, pedestres, ciclistas, além de motociclistas e até motoristas são as vítimas”, relata o morador.

Segundo ele, devido ao perigo iminente, quem precisa ir ao Centro da cidade ou a outros bairros à noite e deveria trafegar por essa rua porque seria mais rápido, geralmente, prefere pegar a AL-115 e fazer o retorno em um ponto muito acima, ou seja, a pessoa prefere fazer um trajeto maior com medo de passar por essa rua e ser vítima de assaltado.

Nossa reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Arapiraca para pedir um posicionamento sobre a reclamação. Em nota, a assessoria da Prefeitura nos informou que o bairro Verdes Campos será um dos contemplados com obras de pavimentação. Subtende-se que a Rua Margarida Nunes Magalhães será pavimentada.

A nota também diz que são realizadas fiscalizações constantes para evitar o descarte irregular de lixo e entulhos. Tendo em vista o que é exposto no vídeo, que foi gravado na tarde do último sábado (19), faz tempo que a fiscalização passou pela Rua Margarida Nunes Magalhães.Veja as imagens no vídeo e na galeria de fotos abaixo:

Confira a nota na íntegra:

“Sobre a pavimentação do Verdes Campos, a Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, informa que o bairro está inserido em um dos quatro contratos assinados pelo prefeito Rogério Teófilo na primeira semana de 2019 junto a Caixa Econômica Federal. Os recursos referentes a essas obras, cerca de R$ 58 milhões, já estão garantidos.

Além do Verdes Campos, também serão contemplados com obras de pavimentação os bairros São Luiz, Guaribas, Canafístula e o Povoado Cangandu, localizado na Zona Rural de Arapiraca.

Com relação ao descarte irregular de lixo e entulhos, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos lembra que o ato caracteriza crime ambiental e é passível de multa, de acordo com a Lei Municipal n° 2.221/2001, que pode variar de R$ 75 a R$ 300, para pessoa física, ou de R$ 300 a R$ 1.500, para pessoa jurídica.

Apesar das constantes fiscalizações realizadas pela pasta, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, a população também deve ajudar a manter a cidade limpa. Quem flagrar o descarte irregular de lixo, poda, e restos de construção, pode realizar denúncia anônima através do número (82) 99991-1941.”


Confira as imagens: 

Cortesia ao Já é Notícia

 

jaenoticia

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *