Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Educação VALORIZAÇÃO Formações continuadas do Estado estimulam profissionais e enriquecem currículo escolar

VALORIZAÇÃO Formações continuadas do Estado estimulam profissionais e enriquecem currículo escolar

VALORIZAÇÃO Formações continuadas do Estado estimulam profissionais e enriquecem currículo escolar
0
0

Cursos exploram paixões e interesses dos profissionais da Educação em Alagoas; capacitações contemplam redes estadual e municipais

Para aprimorar a educação no estado, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), promove formações continuadas como forma de estimular e capacitar ainda mais os profissionais da rede. Desde o início da gestão Renan Filho, em 2015, a Seduc realizou capacitações em diferentes ramificações de ensino, com a participação de mais de 30 mil educadores.

As formações promovidas pela Secretaria de Educação atuam como ferramenta de inovação e complementação das grades curriculares nas unidades de ensino em todo o estado. Por meio destes encontros, os docentes podem compartilhar seus experimentos e discutir o que funciona ou não dentro do ambiente escolar.

Dentre os benefícios dessa política, está a adoção de novas formas de se trabalhar o conteúdo escolar – os assuntos deixam de ser restritos às disciplinas e passam a conversar com outras matérias. Docentes, diretores e articuladores de ensino podem se planejar de maneira interdisciplinar e levam elementos do dia a dia de seus estudantes para a sala de aula.

Reflexão das práticas de ensino

O superintendente de Políticas Educacionais da Seduc, Ricardo Lisboa, destaca que a formação continuada é fundamental para a atuação dos professores. Pensando nisso, a Secretaria de Educação criou o Núcleo de Formação Continuada para Profissionais da Educação e o Núcleo Estratégico de Tecnologia e Inovação para a Educação, garantindo uma reflexão sobre a prática docente para que os professores possam atuar na melhoria do ensino e, consequentemente, na melhoria da aprendizagem dos estudantes.

Efex conta com espaço de formações para professores (Valdir Rocha e Cortesia Efex)

 

“Não dá para fazer educação sem formação continuada. Hoje a gente tem uma diversidade incrível de formações continuadas, nas quais voltamos nossa atenção para a educação especializada ou para a educação e suas diversidades. Além das formações para os professores, temos também formação para a gestão, como o Escola 10. Ao refletir sobre as práticas educacionais, podemos inovar o trabalho realizado dentro e fora das aulas. O currículo escolar fica mais rico e a aprendizagem foge do ensino convencional”, relata o superintendente.

Novo espaço

Em 2018, a novidade foi a inauguração do Espaço de Formação e Experimentação em Tecnologias para Professores (EfeX) no Cepa, o segundo do país. Desde o início de suas atividades, em janeiro, o EfeX foi responsável por dez formações, das quais participaram 96 professores, gestores, coordenadores pedagógicos e articuladores de ensino.

O professor Daniel Almeida, da Escola Estadual Deputado José Medeiros, no município de Paulo Jacinto, participou da Oficina de Educomunicação realizada pelo EfeX. Para ele, as formações facilitam o acesso a novas metodologias e materiais que inovam a maneira de repassar o conhecimento para os estudantes. Almeida afirma que o curso mostrou como utilizar equipamentos tecnológicos e diferentes aplicativos dentro e fora da sala de aula. Desde então, para conquistar a atenção e maior envolvimento da turma, o professor de inglês busca utilizar ferramentas auxiliares para o ensino e aprendizagem.

Efex conta com espaço de formações para professores (Valdir Rocha e Cortesia Efex)

 

“A Educomunicação é voltada para o uso de novos aparatos na sala de aula, dominando as multimídias. Câmeras, celulares, gravadores, notebooks e diversas ferramentas digitais de edição e formatação passam a ser incorporados às aulas. São instrumentos que os alunos possuem ou têm acesso, que se tornam aliados e trazem uma nova dinâmica para o ensino básico. A aula deixa de ser previsível e, para isso, fazemos a utilização de equipamentos corriqueiros, aos quais eles já estão habituados”, conta Daniel.

Segundo o docente, a participação no curso foi fundamental para a elaboração de um plano de aula que fugisse do convencional. O dinamismo aplicado na escola ultrapassa os muros das salas e da própria unidade. Dentro do ambiente escolar, na Escola Estadual 13 de Outubro, em Viçosa, onde também ministra aula, Daniel Almeida e seus alunos promoveram sessão de cinema para os demais estudantes, com a exibição de um curta filmado e editado pela turma do 3º período B da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Fora dele, o docente realizou aulas de campo, nas quais os alunos deveriam fotografar as paisagens encontradas e editar as imagens posteriormente.

 

Efex conta com espaço de formações para professores (Valdir Rocha e Cortesia Efex)
Efex conta com espaço de formações para professores (Valdir Rocha e Cortesia Efex)
Efex conta com espaço de formações para professores (Valdir Rocha e Cortesia Efex)
Efex conta com espaço de formações para professores (Valdir Rocha e Cortesia Efex)

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *