Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Exame aponta que motorista morto em colisão na Avenida da Paz fez uso de álcool e entorpecente

Exame aponta que motorista morto em colisão na Avenida da Paz fez uso de álcool e entorpecente

Exame aponta que motorista morto em colisão na Avenida da Paz fez uso de álcool e entorpecente
0
0
Reprodução redes sociais36d3abcf f26b 4887 b772 fd54c652b773Acidente aconteceu no sábado (20)

Tiago Queiroz Xavier de Barros, condutor da caminhonete que morreu após colidir com quatro veículos e três motos, na Avenida da Paz, em outubro de 2018, estava em alta velocidade e teria feito uso de álcool e entorpecentes. O laudo foi emitido pelo Instituto de Criminalística de Alagoas.

Conforme dados do laudo pericial, a assessoria de Comunicação informou que o veículo dirigido pela vítima fatal, no momento do acidente estava a uma velocidade de cerca de 155 km/h. No documento assinado pelos peritos criminais José Fernando da Silva (relator) e Victor Portela Cavalcante (revisor), estão descritas as condições e a dinâmica da colisão múltipla que envolveu todos os sete veículos. Ainda acompanha o laudo um parecer técnico do fabricante do veículo confirmando a velocidade da Hilux e um laudo toxicológico.

O perito criminal José Fernando explicou que no levantamento técnico-pericial no local foram constatados vários elementos de valores criminalísticos. Entre eles fragmentos e peças de veículos na via, ranhuras na faixa de rolamento, marcas de pneumáticos, tampas de recipientes de bebidas alcoólicas e um pedaço de papel com vegetal seco no piso do assoalho do carro do autor do acidente, destacou a assessoria.

“Do material encontrado no piso, 1,32g de vegetal seco, o exame teste colorimétrico “Cannabissprays” deu resultado positivo para cannabis sativa ou derivados. Do exame toxicológico no material biológico do cadáver realizado no Laboratório Forense foram constatados a presença de etanol e tetrahidrocannabinol”, afirmou o perito criminal.

José Fernando destacou no laudo a ausência de marcas de frenagens anterior ao “sítio de colisão” indicando ausência de reação ou percepção tardia do condutor da caminhonete. Mas, ele ressaltou que apesar do material encontrado no interior do veículo e do exame toxicológico realizado em material biológico da vítima com resultado positivo para etanol e tetrahidrocannabinol, não cabe ao perito afirmar que a ausência de reação ou percepção tardia do condutor foi causada pelo uso das respectivas substâncias.

O laudo completo foi encaminhado para a Delegacia de Acidentes de Trânsito da Capital que deverá definir os próximos passos da investigação e a conclusão do inquérito policial que apura o caso.

O caso

No início da manhã do sábado, dia 20 de outubro, um grave acidente envolvendo quatro veículos e duas motos paralisou o trânsito em um trecho da Avenida da Paz, próximo às Lojas Americanas.

Com o impacto da colisão um dos veículos subiu no outro e o terceiro pegou fogo.  Uma guarnição da Polícia Militar passou no local momento antes do acidente e os policiais ouviram o barulho da colisão e retornaram.

Com isso, eles conseguiram retirar o motorista  do HB20 que pegou fogo antes que ele fosse ferido pelas chamas. O motorista do Cruze também foi retirado do carro com vida. O quarto motorista não sofreu ferimentos. Eles estavam parados no semáforo no sentido Pontal da Barra – Jaraguá, quando foram atingidos pela Hilux.

O acidente registrou um óbito, que foi do motorista da Hilux identificado como Thiago Queiroz de Barros. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para fazer o socorro das vítimas, assim como equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo informações colhidas no local, o acidente teria sido provocado pelo motorista da Hilux e nenhum marca de frenagem foi encontrada na pista.

O trânsito na região foi totalmente interditado até a conclusão  de todo trabalho das equipes com a retirada dos veículos e do corpo da vítima.

*Com informações da Perícia Oficial do Estado

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *