Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Cultura Empresária tenta bloquear salário de Frota por calote em evento gay

Empresária tenta bloquear salário de Frota por calote em evento gay

Empresária tenta bloquear salário de Frota por calote em evento gay
0
0

O hoje deputado recebeu parte do cachê, em 2006, enquanto ainda atuava como ator pornô, e nunca apareceu para o compromisso

empresária Nice Pereira, de Brasília (DF), contratou o então ator pornô Alexandre Frota para um evento gay, em 2006, e adiantou parte do cachê: R$ 2 mil. Na data do compromisso, Frota não apareceu.

Desde então, ela luta na Justiça para ter o dinheiro devolvido, além de processá-lo por danos materiais, segundo informações do colunista Guilherme Amado.

No mês passado, a Câmara recebeu um ofício do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), que pedia informações sobre o salário do deputado. Ele foi condenado a pagar uma indenização de R$ 30 mil que, hoje, já corrigida, passa de R$ 80 mil.

No entanto, Frota respondeu ao tribunal alegando que 30% do seu salário já está bloqueado pela Justiça, devido a dívidas no Banco Econômico, e que além disso ele precisa sustentar a família.

Ao colunista, a empresária garantiu que não desistirá e, se for preciso, recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF).

NOTÍCIAS AO MINUTO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *