Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque CSA vence por 1 x 0 primeiro clássico da decisão

CSA vence por 1 x 0 primeiro clássico da decisão

CSA vence por 1 x 0 primeiro clássico da decisão
0
0

Em 2016 e 2017 o Galo brilhou. Já no Estadual de 2018 foi a vez do Azulão. Neste domingo (14/04), protagonizando a quarta final seguida nos últimos anos, CSA e CRB fizeram uma decisão bastante movimentada no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na final do Campeonato Alagoano 2019.

Pressionados pela eliminação nas quartas de finais da Copa do Nordeste, no último final de semana, os dois times entraram com tudo em campo.  O Azulão, atual campeão alagoano e representante do estado na Série A do Campeonato Brasileiro, queria a vitória de qualquer jeito. Na faixa vermelha, levantar o caneco do 31º título alagoano era o foco. Mais isso não seria nada fácil.

Nas escalações, o Azulão entrou em campo com João Carlos; Apodi (Celsinho); Ronaldo Alves (Gerson); Luciano Castan; Carlinhos; Mauro Silva; Dawhan; Matheus Sávio; Robinho (Victor Paraíba); Didira  e Cassiano (Patrick Fabiano).

Já o CRB teve a estreia do técnico Marcelo Chamusca que fez a seguinte escalação: Mailson; Zé Carlos;  Wellington Carvalho; Edson Mardden; Júnior; Guilherme Mattis; Edson Henrique; Igor; Claudinei; Ferrugem e Felipe Menezes.

Um trio de arbitragem Fifa foi solicitado pelo CSA. O gaúcho Anderson Daronco apitou o clássico; o paranaense Bruno Boschila e a catarinense Neusa Back, ambos da Fifa, foram os assistentes. A quarta árbitra foi a pernambucana Débora Cecília Correia.

No primeiro tempo, Patrick Fabiano do CSA levantou na área do galo, mas a bola foi direto nas mãos do goleiro Edson Mardden. Em resposta, após alguns minutos, Felipe Menezes mandou na trave do oponente e a defesa do CSA cortou de cabeça. Num roubo de bola, Didira levou vantagem sobre Edson Henrique, passou para Patrick Fabiano que até chutou forte, mas rasteiro. Mardden fez a estica e fez uma grande defesa. Didira, em outro lance sensacional, fez tabelinha com Patrick Fabiano e deram um susto no goleiro do Galo que precisou voar na bola.  Numa chance de abrir o placar, Ferrugem levantou na área do CSA e Wellington Carvalho, que estava sozinho, cabeceou fraco e a bola não chegou. Fim do primeiro tempo e ninguém fez ponto. Mas, na opinião dos comentaristas, CRB atuou melhor.

No segundo tempo, aos quatro minutos,  num contra-ataque ligeiro do Azulão, Patrick Fabiano adiantou a bola para Robinho, que recebeu dentro da área do CRB e não deu outra: chutou cruzado, no cantinho e fez o primeiro gol para delírio da torcida. 1 x 0. E as chances do CSA foram aumentando quando Carlinhos bateu com estilo e a bola foi explodir direto no travessão de Mardden. No rebote, Patrick e Didira perderam o “pulo do  gato”. Já William Barbio caiu na área do azulão, ficou pedindo a falta, mas o árbitro disse que foi tiro de meta. Daí pra frente, nada mudou. Dessa vez, o CSA garantiu a vitória. Do time, Apodi e Ronaldo Alves levaram cartão amarelo. No CRB, Edson e Maílson. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, no mesmo Rei Pelé, valendo a taça. O CSA joga agora pelo empate.

Cerca de 466 policiais militares, a pé e motorizados, fizeram a segurança nesta tarde com 42 viaturas, 15 motocicletas, duas aeronaves, além do regimento montado e videomonitoramento no campo. Ao final do jogo, ônibus e ruas do entorno do estádio receberam total atenção.

Confira os resultados nos jogos pelo Brasil 

São Paulo 0 x 0 Corinthians
Vasco 0 x 2 Flamengo
Atlético-GO 3 X 0 Goiás
Internacional 0x 0 Grêmio
Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG
Náutico 0 x 1 Sport
Bahia de Feira 1 x 1 Bahia
Fortaleza 2 x 0 Ceará

COM NN1

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *