Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Cultura Filme com atriz alagoana vence Prêmio do Júri no Festival de Cannes

Filme com atriz alagoana vence Prêmio do Júri no Festival de Cannes

Filme com atriz alagoana vence Prêmio do Júri no Festival de Cannes
0
0
Reprodução

O filme brasileiro “Bacurau” ganhou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes, em empate com o drama francês “Les Misérables”. É a primeira vez que o Brasil ganha na categoria, terceira mais importante da competição oficial do evento francês.

“É um filme sobre o Nordeste, um filme sobre o Brasil, é um filme sobre educação, sobre história e estou muito feliz que esse filme nasceu aqui no Festival de Cannes e agora está começando a correr o mundo”, afirma Kleber ao G1. O Prêmio do Júri é entregue desde 1946. Em 2019, o júri do festival é presidido pelo diretor mexicano Alejandro González Iñárritu.

Com Sônia Braga no elenco, o diretor Kleber Mendonça Filho volta a concorrer à Palma de Ouro no Festival de Cannes, na França, depois de “Aquarius” (2016).

A participação alagoana vem com Eduarda Samara, natural de Porto de Pedras, interpretou a personagem Madalena. Em 2014, Eduarda Samara atuou no curta-metragem “Sem Coração”, dirigido pela alagoana Nara Normande e pelo pernambucano Tião. O filme, ambientado no Litoral Norte alagoano (São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras), fez parte da programação da Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, naquele ano.

“Bacurau” retrata um pequeno povoado do sertão que sofre com a morte de Dona Carmelita, uma mulher muito querida. Dias depois, os moradores percebem que a comunidade não está mais nos mapas.

Pela primeira vez, Juliano Dornelles divide com Kleber Mendonça Filho a autoria e direção do longa, uma coprodução Brasil-França gravada no Sertão do Seridó, divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba.

nn1

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *