Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas Em 30 dias, acusados de estelionato movimentaram R$ 300 mil com golpes em AL, diz polícia

Em 30 dias, acusados de estelionato movimentaram R$ 300 mil com golpes em AL, diz polícia

Em 30 dias, acusados de estelionato movimentaram R$ 300 mil com golpes em AL, diz polícia
0
0

 

Foto: Cortesia DEICRs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=trueMaterial apreendido

Três pessoas foram presas neste final de semana acusadas de aplicar golpes e fazer uma movimentação enorme de dinheiro conseguido através dos crimes de estelionato. A prisão ocorreu após uma investigação da DEIC e as prisões em uma parceria com os policiais civis de Marechal Deodoro.

Fernando Magalhães de Souza, 46 anos, Cícero Sebastião Soares, 35 anos, e Eamuela Patrícia Simão dos Santos, são apontados pela polícia como os responsáveis de ter movimento em 30 dias cerca de R$ 300 mil somente com a aplicação dos golpes.

Eles são acusados de se associarem para falsificar documentos de pessoas idôneas, usando-os para conseguir créditos junto a financeiras e comprar diversos produtos de valor vultuoso.

Fernando Guimarães já é conhecido da Polícia e considerado um dos maiores Estelionatários do Estado de Alagoas. Durante as investigações, os agentes da Deic identificaram que somente  na cidade de Jequiá da praia o grupo criminoso chegou a revender cerca de 10 piscinas de fibra, no valor de R$ 14 mil cada, todas compradas pelo bando de forma fraudulenta.

Com os acusados foram encontrados vários documentos falsificados, contratos de financiamentos, contas de energia em branco, um notebook onde era realizado as falsificações, impressora, documentos de identidade em branco e uma quantia em dinheiro.

Na residência de Fernando Magalhães foi encontrado uma bicicleta de uso profissional, estimada no valor de 50 mil, a qual possivelmente foi roubada de uma pessoa no ano de 2017 no Estado do Rio Grande do Norte.

Todos foram autuados por Associação Criminosa, uso de documento falso, falsificação de documento e Estelionato.

cadaminuto

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *