Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas AVANÇOS Junho registra menor número de homicídios da história de AL

AVANÇOS Junho registra menor número de homicídios da história de AL

AVANÇOS Junho registra menor número de homicídios da história de AL
0
0

Estatística também aponta redução de 44,3% em comparação ao mesmo mês do ano anterior

 

O governador Renan Filho e o secretário de Estado da Segurança Pública (SSP), coronel Lima Júnior, apresentaram, na manhã desta terça-feira (9), os índices das ocorrências criminais registradas no primeiro semestre de 2019. O balanço é positivo e considerado histórico. A apresentação reuniu a imprensa e toda a cúpula da SSP no auditório Aqualtune do Palácio República dos Palmares.

O mês de junho encerrou o primeiro semestre de 2019 com resultados expressivos. O número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) alcançou uma redução histórica de 78 mortes registradas no estado. É a primeira vez que este tipo de crime fica abaixo de 100 ocorrências, segundo registros estatísticos da SSP.

De acordo com levantamento do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), o percentual de redução em comparação ao mês de junho de 2018 é de 44,3%. Naquele ano, foram registrados 140 homicídios no período.

 Márcio Ferreira

“Isso é fruto da sobreposição das políticas públicas bem-sucedidas: dos Centros Integrados de Segurança Pública no interior, do avanço da Força Tarefa, do Programa Ronda do Bairro e da integração das polícias Civil e Militar com o Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial”, avaliou o governador.

Ele recordou que em dezembro de 2013, ocorreram 233 homicídios em Alagoas, o maior da série histórica. “Agora, em junho deste ano, tivemos 78 mortes violentas em nosso estado. Isso significa uma fortíssima redução”, comparou. O número também é o menor já registrado para o mês de junho de toda a série histórica.

 

No comparativo de janeiro a junho, Alagoas teve 605 CVLIs e também reduziu a quantidade de mortes em relação ao ano passado em 27,1%. Em 2018, o primeiro semestre registrou 830 crimes.

 Secretário Lima Júnior em coletiva (Foto: Márcio Ferreira)

“Estamos aqui comemorando um grande e histórico resultado para Alagoas. Talvez seja a maior redução real dos índices de violência no Brasil. Por outro lado, estamos muito conscientes da responsabilidade que temos para continuar essa luta na busca por um estado mais tranquilo não só para os alagoanos, como também para quem nos visita”, afirmou Lima Júnior.

Maceió

Na capital, foram registrados 20 homicídios em junho, enquanto que em 2018 o período contabilizou 41 mortes. A redução, de acordo com o Neac, é de 51,2%. Do total do semestre, 177 homicídios foram registrados em Maceió. O número também é o menor da série histórica e, quando comparado com o semestre de 2018, que registrou 263 mortes, constata-se uma redução de 32,7%.

Assim como os homicídios, os assaltos a transporte coletivo em Maceió seguem registrando queda. Em junho deste ano, ocorreram apenas oito assaltos, enquanto que em junho de 2018 foram registradas 37 ocorrências: redução de 78,4%.

 Márcio Ferreira

Já o primeiro semestre deste ano contabilizou 58 ações criminosas contra ônibus na capital. No ano passado, foram 206 assaltos. A redução no semestre é de 71,8%.

Concursos

Durante a apresentação dos números, o governador reafirmou o compromisso de realizar novos concursos públicos para as forças policiais e de promover mais investimentos na área da Segurança Pública.

 

 “Vamos seguir tocando as políticas públicas bem-sucedidas: inaugurando novos Centros Integrados de Segurança Pública, ampliando o Programa Ronda no Bairro e o Força Tarefa. Investiremos mais ainda em tecnologia. Reafirmo aqui que, no segundo semestre, vamos fazer concurso público para delegado, policial civil e dar continuidade aos concursos para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros”.

 

Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Secretário Lima Júnior em coletiva (Foto: Márcio Ferreira)

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *