Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque Saúde: Arapiraquense é diagnosticado com sarampo após 19 anos da doença erradicada em Alagoas

Saúde: Arapiraquense é diagnosticado com sarampo após 19 anos da doença erradicada em Alagoas

Saúde: Arapiraquense é diagnosticado com sarampo após 19 anos da doença erradicada em Alagoas
0
0

Segundo a Sesau, rapaz foi diagnosticado com a doença em Alagoas após ter feito uma viagem para Salvador

Após 19 anos do sarampo sem registrar nenhum caso de Sarampo em Alagoas, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e a Secretaria de Saúde de Arapiraca informaram que Arapiraca registrou o primeiro caso da doença.

De acordo com uma nota de alerta sobre a importância da vacinação, emitida neste domingo (11), a vítima da doença é um arapiraquense de 27 anos que havia viajado para Salvador (BA). Ele retornou para Alagoas no dia 31 de julho e já apresentava os primeiros sintomas do sarampo. O homem tem a situação vacinal desconhecida.

O último caso de sarampo registrado em Alagoas foi no ano 2000, por isso, de acordo com a Sesau, é preciso realizar uma série de procedimentos para o controle da doença, que é altamente contagiosa. É preciso fazer a realização de bloqueio em até 72 horas, com vacinação de todos os contatos do caso suspeito e a vacinação de grupos de risco (profissionais da saúde, do ramo do turismo, setor hoteleiro e de transporte).

O sarampo pode ser transmitido pela respiração, tosse ou espirro. A vacinação do sarampo é dada, em sua versão tríplice viral, para pessoas de até 29 anos. A vacina é disponibilizada em postos de saúde. Cada paciente deve tomar duas doses, em um intervalo de 30 dias.

O primeiro alerta do sarampo é: febre alta, acima de 38,5º C, durante cerca de 7 dias; tosse, coriza, conjuntivite e fotofobia. O paciente também apresenta prostração e lesões como exantema, erupção na pele que dura aproximadamente três dias, e se espalham, atingindo eventualmente as mãos e os pés.

“Todas as Unidades de Saúde do município de Arapiraca realizam a vacinação de rotina e estarão intensificando a busca ativa de faltosos para atualização dos cartões de vacinação”, assegura.

Foto por: Divulgação

COM JAENOTICIA

 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *