Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque “Estão atrás da chave do cofre”, diz Delegado Waldir sobre grupo de Bolsonaro no PSL

“Estão atrás da chave do cofre”, diz Delegado Waldir sobre grupo de Bolsonaro no PSL

“Estão atrás da chave do cofre”, diz Delegado Waldir sobre grupo de Bolsonaro no PSL
0
0

“Não temos uma janela partidária agora, então, se sair, há o risco de perda de mandato, e nós não queremos isso, mas também não vamos ser submissos a um desejo de uma ala ligada ao presidente que quer tomar conta do pote de ouro do partido”, disse o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO)

Patrimônio de Delegado Waldir cresce 254% em 4 anos, diz TREPatrimônio de Delegado Waldir cresce 254% em 4 anos, diz TRE (Foto: Antonio Augusto / Câmara dos Deputados)

O líder do PSL na Câmara, deputado Delegado Waldir (GO), disse que os parlamentares aliados de Jair Bolsonaro “estão atrás da chave do cofre”, em referência ao fundo partidária que a egenda tem direito.

Delegado Waldir considera que não haverá saída jurídica para os deputados que decidirem sair do PSL escaparem de uma punição, ou seja, da perda do mandato.

“Não temos uma janela partidária agora, então, se sair, há o risco de perda de mandato, e nós não queremos isso, mas também não vamos ser submissos a um desejo de uma ala ligada ao presidente que quer tomar conta do pote de ouro do partido”, disse ele, em entrevista ao colunista do G1, Valdo Cruz.

O parlamentar afirmou que o discurso da transparência pedido com documento assinado por parlamentares, após encontro com Bolsonaro, e entregue ao presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), é uma tentativa de controlar a distribuição dos recursos da sigla.

Contraditório, Waldir disse, porém, que espera que os dois lados se entendam e ocorra uma pacificação dentro do PSL. Mas usando a mesma figura de linguagem de Bolsonaro para definir a guerra política dentro do partido ele deu um ultimato. “É igual uma briga de marido e mulher. Agora, é hora de dar um tempo aos dois lados, buscar acalmar tudo ou então partir para o divórcio”, afirmou

Brasil247

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *