Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Polícia Foragido de Alagoas é preso em São Paulo

Foragido de Alagoas é preso em São Paulo

Foragido de Alagoas é preso em São Paulo
0
0

 

Após dez meses de investigação, as Polícias Civis de Alagoas, Pernambuco e de Sergipe e militares de São Paulo, identificaram e prenderam Anderson Alves Quixabeira, conhecido como “Bob”, no último sábado (19), em uma loja de conveniência do posto de combustíveis situado na Rua João Galo, no Município de Birigui-SP.

Segundo a polícia, Anderson Quixabeira é acusado de roubo, extorsão e homicídios e possuía três mandados de prisão em aberto somente no Estado de Alagoas.

Por ser um foragido do poder judiciário do município de Delmiro Gouveia, o delegado regional Rodrigo Cavalcanti, montou unidade de investigação e inteligência junto à delegacia de Piranhas, coordenada pelo agente de polícia Cyro Jorge, que monitorou Anderson Quixabeira e refez todos os passos do foragido desde sua saída de Alagoas.

Segundo o delegado de Piranhas, Daniel Mayer, o foragido passou pela capital pernambucana, onde teria sido perseguido pela equipe de inteligência da Polícia Civil de Pernambuco e pela equipe do delegado Diogo Bem, da delegacia da Macaxeira, Recife-PE.

Porém, fazendo uso de documentos falsos, “Bob” conseguiu escapar da ação policial, se escondendo em diversos municípios do Estado de Sergipe e por fim, fugiu para o Estado de São Paulo, onde foi preso no município de Birigui, próximo à fronteira com o Estado do Mato Grosso do Sul.

De acordo com os delegados Rodrigo Cavalcanti e Daniel Mayer, Bob portava documentos falsos datados de 2011, com o nome de Lucenildo Gomes Agostinho, constando foto do próprio Bob. Ele ainda é o suposto autor de outros homicídios e crimes violentos cometidos em Alagoas.

“Bob construiu reputação regional por praticar crimes com frieza, crueldade e também deboche as vítimas, a justiça e aos órgãos de segurança pública”, ressaltou o delegado regional de Delmiro Gouveia.

A prisão foi realizada pelo cabo Emerson Porto e o Soldado Mateus Araújo, da Polícia Militar paulistana, que contaram como apoio da Patrulha Ostensiva Ambiental, do 2º batalhão de São Paulo. O foragido é investigado ainda em inquérito policial do Estado de São Paulo.

PC.AL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *