Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Brasil Justiça manda soltar mulher que recusou corrida com taxista negro; assista

Justiça manda soltar mulher que recusou corrida com taxista negro; assista

Justiça manda soltar mulher que recusou corrida com taxista negro; assista
0
0

A Justiça determinou, neste sábado (7), a soltura, após pagamento de fiança no valor de R$ 10 mil, da advogada Natália Burza Gomes Dupin, 36 anos, acusada de ter recusado corrida com um taxista negro. Ela foi indiciada por injúria racial e passou à condição de liberdade provisória.

A mulher, que estava detida desde a última quinta (5), foi ouvida em audiência de custódia pela juíza Roberta Chaves Soares e, caso descumpra as determinações judiciais, poderá ser presa novamente.

De acordo com polícia, Luiz Carlos Alves Fernandes, 51 anos, perguntou se a mulher, que estava com o pai idoso, precisava de um táxi. Ao ser abordada, ela disse que precisava sim, mas que não andava com “preto”.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o motorista alegou que a mulher não poderia dizer aquilo, porque era crime, e ela respondeu: “eu não gosto de negro, sou racista, sou racista mesmo”. Na sequência cuspiu no pé dele.

A advogada foi detida e, já na delegacia, desacatou os policiais e chegou a chamar uma sargento de “sapata”, conforme a ocorrência.

Veja o momento da prisão:

bnews

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *