Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque ENFRENTAMENTO Governador cria Gabinete de Crise e anuncia R$ 20 milhões para combater coronavírus

ENFRENTAMENTO Governador cria Gabinete de Crise e anuncia R$ 20 milhões para combater coronavírus

ENFRENTAMENTO Governador cria Gabinete de Crise e anuncia R$ 20 milhões para combater coronavírus
0
0

Em entrevista coletiva, Renan Filho apresentou outras medidas preventivas e acessórias, como a disponibilização de 105 novos leitos de UTI

O governador Renan Filho anunciou, na manhã desta sexta-feira (13), durante entrevista coletiva no Palácio República dos Palmares, a criação, por meio de decreto, do Gabinete de Crise da Situação de Emergência (GCSE) para o combate ao coronavírus (Covid-19) no estado de Alagoas. Ele apresentou uma série de outras medidas acessórias e preventivas, além de destinar R$ 20 milhões à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

“Estamos disponibilizando os recursos necessários para medidas que acontecerão nos próximos meses”, informou o governador.

Ao apresentar os números em Alagoas, que registra apenas um caso confirmado para Covid-19, Renan Filho ressaltou que não há motivos para pânico. Ele garantiu que o Estado está preparado para o enfrentamento ao coronavírus, mas que será necessário a participação de todos, principalmente da imprensa.

“Tivemos 20 casos suspeitos, dos quais um foi confirmado. Trata-se de um caso importado, vindo de um alagoano que esteve recentemente na Itália e encontra-se em isolamento domiciliar, sendo tratado. Ele não apresenta, nesse momento, risco de morte. Dos outros 19 casos, nove foram descartados para coronavírus, portanto, temos 10 casos em análise, cujas amostras foram enviadas a São Paulo e estamos aguardando os resultados”, citou o governador.

Márcio Ferreira

Durante a coletiva, o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, ressaltou que Alagoas está tomando todas as medidas preventivas necessárias desde o aparecimento do vírus na China.

“Eu quero reiterar o que eu disse a vocês na última entrevista coletiva: o Estado tomou as medidas preventivas desde o aparecimento do vírus na China. Nós montamos um grupo de trabalho, capacitamos nossos profissionais e dialogamos com a rede. Isso porque sabíamos que, diante da facilidade da globalização existente e da facilidade de circulação das pessoas, esse vírus ia chegar ao Brasil e consequentemente em Alagoas”, disse Alexandre Ayres.

A primeira reunião do Gabinete de Crise ocorreu logo após a entrevista coletiva, sob a coordenação do secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias. O GCSE tem como objetivos propor, acompanhar e articular medidas de preparação e de enfrentamento às emergências em saúde pública em Alagoas decorrentes do coronavírus; propor e acompanhar a alocação de recursos orçamentário-financeiros para execução das medidas necessárias em casos de emergência, dentre outros.

“Já temos hoje a estruturação para oferecer, em caso de necessidade e de maneira preventiva, 105 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), que serão distribuídos entre a rede hospitalar do Estado, filantrópica e privada”, anunciou Renan Filho durante a entrevista coletiva, que contou, ainda, com a participação do secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres; do Gabinete Civil, Fábio Farias; e do reitor da Universidade Estadual de Ciências da Saúde do Estado de Alagoas (Uncisal), Henrique de Oliveira.

O GCSE se reunirá ordinariamente no Palácio República dos Palmares e encaminhará relatório circunstanciado ao governador de Alagoas por meio do Gabinete Civil e da Controladoria Geral do Estado (CGE).

Outra ação anunciada pelo governador foi o envio de duas equipes de saúde ao cruzeiro que aportou em Maceió nesta sexta-feira (13), vindo do Rio de Janeiro. Renan Filho observou que, apesar de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter informado que não há relatos de nenhum caso suspeito de coronavírus no navio, a medida tem caráter preventivo. Três ambulâncias também foram disponibilizadas para realizar, se necessário, o transporte de algum turista que, porventura, apresente sintomas da doença.

Como medida acessória, o Governo do Estado determinou a suspensão dos passeios turísticos que seriam realizados, exclusivamente, pelos passageiros do cruzeiro a outras cidades e destinos dentro do estado. As mesmas ações serão mantidas para o navio que chega a Maceió no próximo dia 23.

“Estamos prontos para o enfrentamento, mas precisaremos da participação e da colaboração de todos, com prevenção, serenidade e a divulgação de informações corretas. O Estado fará um esforço no sentido da comunicação oficial, tanto na televisão, quanto no rádio, como nas redes sociais. Faremos uma comunicação de massa em pontos de alto fluxo: no Aeroporto Zumbi dos Palmares, na Rodoviária da capital e nos grandes centros comerciais de Alagoas para que a gente informe as pessoas da maneira correta”, finalizou.

Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira
Márcio Ferreira

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *