Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Mundo Portugal: Peregrinação a Santuário de Fátima dia 13 de maio sem a presença de fiéis

Portugal: Peregrinação a Santuário de Fátima dia 13 de maio sem a presença de fiéis

Portugal: Peregrinação a Santuário de Fátima dia 13 de maio sem a presença de fiéis
0
0

“É com muita dor e tristeza de alma e coração, mas também com grande sentido de responsabilidade que neste momento comunico que o Santuário de Fátima irá celebrar a Grande Peregrinação Internacional de aniversário em   maio sem a presença física de peregrinos, como tem sido habitual”.

A ausência de fiéis será devido a pandemia do  coronavírus, a tradicional peregrinação ao Santuário  que reúne centenas de milhares de pessoas no dias 13 de maio.

O bispo da diocese, cardeal António Augusto dos Santos Marto, fez o anúncio “com dor e tristeza” em uma mensagem em vídeo divulgada nos últimos dias no site do Santuário, explicando a decisão como “um ato de responsabilidade pastoral e também um profundo ato de fé”, pedindo neste sentido a compreensão dos peregrinos – mais de 180 grupos – que já haviam se inscrito.

 

“Suspender esta peregrinação de maio nos moldes habituais – enfatiza cardeal D. António Marto – é um ato de responsabilidade pastoral e também um profundo ato de fé, que comunico com o coração em lágrimas, porque sei da importância deste momento, em particular para tantos milhares de peregrinos que aqui vêm em busca de um alimento, de conforto e de paz para o ano inteiro”.

“Peço a todos que compreendam que, em virtude da pandemia e da necessidade de evitar a propagação do vírus, esta é a única decisão sensata e responsável que poderíamos tomar. Não podemos correr riscos! Não podíamos de modo algum permitir que o nosso Santuário se tornasse centro ou foco de contágio para o país e para o mundo”, acrescenta ainda.

 

“Esta decisão assenta no respeito pelos próprios peregrinos, por todos nós, pelo bem comum da saúde pública e reflete a nossa fé de cidadãos responsáveis e solidários. Este tempo ordena-nos que fiquemos em casa” apela o bispo de Leiria-Fátima.

“Mesmo estando em nossas casas, viveremos neste momento o espírito da peregrinação. O santuário estará vazio, mas não deserto. Ainda que fisicamente separados, estaremos todos aqui espiritualmente, unidos como Igreja com Maria, intensamente, com o coração cheio de fé”, sublinha o cardeal Marto, exortando os fiéis a viverem este momento difícil em oração “por nós, pelas vítimas diretas e indiretas da pandemia, pelos trabalhadores da saúde, pelos mortos e por seus familiares enlutados e pelos nossos políticos, para que saibam como tomar as melhores decisões”.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *