Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Justiça Procurador- Geral defende promotora Jheise de Fátima após “ataques” de militar reformado

Procurador- Geral defende promotora Jheise de Fátima após “ataques” de militar reformado

Procurador- Geral defende  promotora Jheise de Fátima após “ataques” de militar reformado
0
0

O Procurador-Geral de Justiça de Alagoas, Márcio Roberto Tenório, se posicionou em defesa da representante ministerial. Por meio de nota, o procurador disse que trabalha no sentido de garantir o respeito às prerrogativas e à atuação funcional dos membros do MPE e, por este motivo, demonstra seu total e irrestrito apoio ao trabalho realizado por Jheise.

 

Um vídeo circulou na rede social do  Whatsapp o Policial Militar reformado Élcio Sarmento, agredindo um homem que o questionou sobre a ausência da máscara enquanto transitava na cidade de União dos Palmares. Após ter conhecimento do vídeo o   Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE), apresentou uma representação contra a atitude do PM. Inconformado com as ações da Justiça, atacou a promotora de Jheise Fátima Lima da Gama.

Em resposta, o Procurador-Geral de Justiça de Alagoas, Márcio Roberto Tenório, se posicionou em defesa da representante ministerial. Por meio de nota, o procurador disse que trabalha no sentido de garantir o respeito às prerrogativas e à atuação funcional dos membros do MPE e, por este motivo, demonstra seu total e irrestrito apoio ao trabalho realizado por Jheise.

Confira a nota:

NOTA PÚBLICA EM DEFESA DA PROMOTORA DE JUSTIÇA JHEISE DE FÁTIMA LIMA DA GAMA

O Ministério Público do Estado de Alagoas, através da Procuradoria-Geral de Justiça, no sentido de garantir o respeito às prerrogativas e à atuação funcional dos membros, empenha seu total e irrestrito apoio ao trabalho realizado pela Promotora de Justiça JHEISE DE FÁTIMA LIMA DA GAMA, a qual desenvolve o seu labor de maneira exemplar, notadamente no combate à criminalidade na cidade de União dos Palmares-AL, razão pela qual obteve o reconhecimento e a admiração da sociedade alagoana, destinatária única dos préstimos ministeriais no Estado.

Repudiamos a forma equivocada e inconsequente em que o senhor Elcio Sarmento, durante postagens em rede social Whatsapp, no lugar de defender-se da requisição de instauração de inquérito policial, por crimes, em tese, por ele praticados, atacou a representante Ministerial e o Ministério Público como um todo, por cumprir com o seu dever funcional, nos exatos limites de suas atribuições constitucionais.

Ao final, a Procuradoria-Geral de Justiça repele toda e qualquer insinuação que venha a macular a imparcialidade e a correção de postura da referida Promotora de Justiça.

Maceió, 08 de maio de 2020.

Márcio Roberto Tenório de Albuquerque

(Procurador-Geral de Justiça do Estado de Alagoas)

Redação com assessoria

 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *