Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque Foragido que matou homem em Goiás é preso em Arapiraca e confessa o homicídio

Foragido que matou homem em Goiás é preso em Arapiraca e confessa o homicídio

Foragido que matou homem em Goiás é preso em Arapiraca e confessa o homicídio
0
0

Policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Polícia (4ª DRP),  e Delegacia de Narcóticos (DNARC), de Arapiraca, efetuaram a prisão em flagrante de um homicida, de 24 anos, que estava em fuga da cidade de Rio Verde-GO para Maceió (AL), na madrugada desta terça-feira (28).

O preso é acusado de, na madrugada do último domingo (26), ter assassinado José Rubens da Silva Filho, de 28 anos, crime ocorrido  próximo a uma represa localizada no bairro Jardim Helena, município de Rio Verde-GO.

De acordo com a investigação da Polícia Civil de Goiás, por volta de 03h da madrugada do domingo,  o acusado cometeu o crime contra Rubens utilizando-se de uma faca peixeira que estava no console central do veículo Volkswagem Gol de propriedade da vítima. Após aplicar os golpes de faca no pescoço, abdômen e arrastá-lo para fora do carro, o assassino seguiu para sua residência, e às 13h  embarcou no Terminal Rodoviário de Rio Verde no ônibus com destino para a Capital alagoana.

“Durante esse período, os investigadores da Polícia Civil do Estado de Goiás da cidade de Rio Verde, do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH), sob o comando do delegado Danilo Fabiano, entraram em contato com os policiais civis de Alagoas, sendo acionada a equipe da Delegacia de Narcóticos – Núcleo Arapiraca e a Delegacia Regional de Arapiraca com objetivo de capturar o autor do crime na primeira cidade de Alagoas que o ônibus iria fazer uma parada”, disse o delegado Regional de Arapiraca, Guilherme Iusten.

Com os levantamentos feitos pelos policiais civis dos dois Estados, o criminoso foi preso no Terminal Rodoviário de Arapiraca e conduzido até a Central de Polícia do município, onde os procedimentos foram feitos pelo delegado plantonista Fernando Lustosa e equipe da Delegacia de Defesa da Criança e Adolescentes.

Na delegacia Regional de Arapiraca, na presença do delegado e dos investigadores, ele confessou o crime e disse que matou porque achava que seria morto pela vítima naquela noite.

O acusado é da cidade de Atalaia, mas precisamente do povoado Branca de Atalaia.

ASOM/PC.AL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *