Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque Pastora que classificou coronavírus como “farsa” morre de Covid nos EUA

Pastora que classificou coronavírus como “farsa” morre de Covid nos EUA

Pastora que classificou coronavírus como “farsa” morre de Covid nos EUA
0
0

“Achávamos que a covid-19 tivesse a ver com o 5G”, disse Brian, esposo da reverenda Erin Lee Hitchens

Depois de meses internada com o novo coronavírus, a pastora Erin Lee Hitchens acabou morrendo. Ela e o esposo, o motorista de táxi Brian, acreditavam em teorias conspiratórios sobre a doença e só admitiram a gravidade após a internação, na Flórida, nos Estados Unidos.

“Este é um vírus real que afeta as pessoas de maneiras diferentes. Não posso mudar o passado, só posso viver hoje e fazer melhores escolhas para o futuro”, disse Brian à BBC News.

A declaração foi dada após ele se recuperar. Em maio, o motorista chegou a usar as redes sociais para tentar se redimir dos erros anteriores e fazer um alerta.

“Muitas pessoas ainda pensam que o Coronavírus é uma crise fake – o o que eu já cheguei a acreditar. Não que eu pensasse que o vírus não era verdadeiro, mas achava que a repercussão era desproporcional e que o assunto não era tão sério”, escreveu em maio.

Na postagem, Brian relatou que ele e a esposa só recorreram ao sistema de saúde dias após terem sido infectados e que acabaram sendo imediatamente levados à UTI.

“Achávamos que o governo estava usando a covid-19 para desviar nossa atenção ou que tivesse a ver com o 5G. Daí, não seguimos as regras nem procuramos ajuda antes”, disse ainda à BBC.

 Com informações da BBC Brasil

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *