Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Geral Alagoas MACEIÓ: Jovem negro denuncia seguranças de supermercado por injúria racial

MACEIÓ: Jovem negro denuncia seguranças de supermercado por injúria racial

MACEIÓ:  Jovem negro  denuncia seguranças de supermercado por injúria  racial
0
0

Um jovem negro de 17 anos denunciou à Polícia Civil, na tarde desta quinta-feira (17), dois seguranças de um supermercado na Ponta Verde, em Maceió, por injúria racial. Ele alega que foi acusado de ter furtado a própria bicicleta e lanches que havia comprado momentos antes no estabelecimento. O caso aconteceu nesta quarta-feira (16).

O adolescente também contou que, depois da abordagem na praça, os seguranças o conduziram de volta ao supermercado, alegando que ele também havia furtado os lanches, mas ele comprovou que havia pagado pelos alimentos.

“Eles me acusaram de ter roubado minha própria bike, além dos lanches que eu tinha comprado, e não deram a mínima para a nota fiscal que estava no meu bolso. Me conduziram até o Unicompra novamente, o local estava lotado, todo mundo me olhando torto. Isso foi muito constrangedor. Veio o segurança superior deles, que alegou que eu tinha roubado a bicicleta, porque não coloquei o cadeado. Eles não deixaram eu falar com o gerente, porque no fundo sabiam que estavam errados”, lamentou.

Acompanhado do pai e de uma advogada, o adolescente registrou um Boletim de Ocorrência no 2º Distrito Policial da Jatiúca. A investigação vai ser encaminhada para a Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente.

“É uma situação triste e dolorosa para mim e toda família”, disse o pai dele, Paulo Manoel Do Carmo Junior.

A advogada Jucilene Carvalho, que representa o adolescente e a família dele, falou sobre o crime de injúria racial.

“O crime em espécie se enquadra como injúria racial pois ofendeu a honra do menor pelo simples fato dele ser negro, tendo em vista que o mesmo estava junto com outros adolescentes e apenas ele foi abordado e tratado como menor infrator, que estava furtando a mercadoria do supermercado – mercadoria essa que foi paga – e sua própria bicicleta. E ainda foi tratado como ‘negrinho'”, disse a advogada.

Jucilene Carvalho falou também sobre a diferença entre os crimes de racismo e injúria racial.

“Quanto ao crime, é salutar fazer a distinção entre injúria racial e crime de racismo. A injúria racial consiste em ofender a honra de alguém valendo-se de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem. O crime de racismo atinge uma coletividade determinada de indivíduos, discriminando toda a integralidade de uma raça. A injúria racial está prevista no artigo 140, parágrafo 3º, do Código Penal, que estabelece a pena de reclusão de um a três anos e multa”, explicou.

G1/AL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *