Ambulâncias_728x90
vida_nova_728x90
Home Destaque PC alagoana recupera carro furtado de motorista de aplicativo na Paraíba

PC alagoana recupera carro furtado de motorista de aplicativo na Paraíba

PC alagoana recupera carro furtado de motorista de aplicativo na Paraíba
0
0

A Polícia Civil de Alagoas recuperou esta semana um automóvel furtado de um motorista de aplicativo na cidade de Campina Grande, na Paraíba, por meio de um golpe.

Segundo foi apurado, o autor do crime por diversas vezes contratou corridas com o motorista, naquela cidade, pagando sempre valores superiores ao contrato, supostamente para ganhar a confiança da vítima.

Ele alegava ser funcionário federal e, após ter a confiança do motorista de aplicativo, propôs alugar o veículo, um Cross Fox, ano 2012/2013, por três dias.

O carro foi entregue ao golpista no dia 6 deste mês e como não foi devolvido no prazo previsto, dia 9, o proprietário procurou a polícia paraibana, onde registrou um Boletim de Ocorrência (BO) e, ao mesmo tempo, fez constar a denúncia no sistema de alerta instantâneo da Polícia Rodoviária Federal (Sinal).

O automóvel furtado foi vendido pelo golpista, em Maceió, no valor de R$ 10 mil, e o comprador acabou verificando, por meio do sistema Sinesp Cidadão, que existia um registro de roubo quanto ao carro.

Para tirar dúvidas quanto a este fato, ele procurou a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e a Gerência de Estatística e Informática (Geinfo), na Capital alagona, tendo os policiais deste setor constatado, com a ajuda do Ministério da Justiça, que realmente havia tal registro de roubo no sistema Sinal da PRF.

Os policiais civis da Geinfo comunicaram ao comprador que o carro havia sido realmente furtado, e fizeram a apreensão do veículo Cross Fox, que já foi devolvido ao legítimo proprietário pela polícia alagoana.

O comprador justifica ter sido também vítima de golpe e chegou a registrar BO na Delegacia de Roubo e Furtos de Veículos, em Maceió.

A polícia alagoana apurou que o autor do golpe tem pelo menos quatro identidades diferentes, sendo possivelmente envolvido em outros crimes. Por enquanto, ele permanece foragido.

Ascom/PC.AL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *