Home Geral Alagoas DADOS NACIONAIS: Maceió reduz latrocínios em 80% nos últimos três anos e tem maior queda entre capitais

DADOS NACIONAIS: Maceió reduz latrocínios em 80% nos últimos três anos e tem maior queda entre capitais

DADOS NACIONAIS: Maceió reduz latrocínios em 80% nos últimos três anos e tem maior queda entre capitais
0
0

Roubos seguidos de mortes caíram quase 69% em Alagoas, sendo também a maior redução entre estados, aponta Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Maceió registrou a maior redução entre todas as capitais do país na quantidade de casos de latrocínio – roubo seguido de morte – de 2017 a 2019. Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020 e apontam que, nos últimos três anos, Maceió apresentou uma queda de 80% no número de latrocínios. Isso significa que em 2017, a cada 100 mil habitantes, 1,5 era vítima deste tipo de crime na capital alagoana, mas em 2019 esse índice caiu para 0,3 por 100 mil habitantes.

Na sequência vêm as capitais Aracaju (SE), com redução de 77,7%; Goiânia (GO), com 76,4%; e Fortaleza (CE), com 72,4%.

Alagoas também se destaca neste índice positivo, reduzindo em 68,9% o registro de roubos seguidos de mortes – a maior redução entre os estados do Brasil no mesmo período. Enquanto em 2017 a cada 100 mil habitantes 1,7 era vítima de latrocínio, em 2019 essa incidência passou a ser de 0,5 em Alagoas.

Ainda segundo os dados do anuário, em 2017 Maceió registrou 15 latrocínios; já no ano seguinte, 2018, foram 16 registros deste tipo; enquanto em 2019 foram apenas 3. Já Alagoas teve, em 2017, 58 casos de latrocínio; em 2018 foram 39; e em 2019, foram 18 ocorrências.

Redução é ainda maior nos últimos sete anos

A queda no número de latrocínios na capital alagoana é ainda maior quando analisados os dados de 2012 a 2019. Neste período a capital registrou uma redução de 90%, saindo de 30 casos para apenas 3. Alagoas também apresentou uma queda expressiva, já que em 2012 registrou 96 casos de latrocínio, mas em 2019 teve apenas 18 em todo o estado, representando uma redução de 81,25%.

 

 

O governador Renan Filho explica a estratégia que levou Alagoas a reduzir significativamente diversos tipos de crimes: “Latrocínio é um dos mais brutais crimes contra vida; é quando alguém é morto numa tentativa de assalto ou num assalto. Maceió se tornar a cidade que mais reduz latrocínio no Brasil significa muito para nós que trabalhamos duro pela pacificação. Isso foi possível graças, sobretudo, a uma maior presença das polícias Civil e Militar, à ação articulada entre elas e ao trabalho de inteligência, que dificultam a ocorrência dos crimes de assalto. Essa é uma das principais marcas do estado ao longo desses últimos anos”, afirmou o governador.

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *