Um servidor público foi conduzido à Polícia Federal, nesta sexta-feira (13), após ser flagrado com vários santinhos de dois candidatos, dinheiro e cheques, totalizando cerca de R$ 56 mil. Os santinhos são dos candidatos Davi Davino e o outro, Davi Filho – candidato a prefeito.

Segundo informações de uma fonte que não quis ser identificada, o servidor também estava com computador e aparelhos de telefone.

No total, R$ 21.157,00 foi apreendido em espécie; santinhos com o nome dos dois candidatos e cheques em branco no valor de R$ 35.065,00 no nome do servidor.

A PF afirmou que diante da suspeita de crime eleitoral, o servidor foi abordado foi levado até a Superintendência Regional de Polícia Federal em Alagoas. Entretanto, ele foi ouvido e liberado por não configurar situação de flagrante.

Além disso, o Cada Minuto entrou em contato com as assessorias dos candidatos para saber qual o posicionamento deles e aguarda a resposta.