Home Destaque FUTEBOL Neto detona Jorge Jesus após polêmica: “Mostra o tanto que ele é racista”

FUTEBOL Neto detona Jorge Jesus após polêmica: “Mostra o tanto que ele é racista”

FUTEBOL Neto detona Jorge Jesus após polêmica: “Mostra o tanto que ele é racista”
0
0

A crítica do apresentador foi em resposta ao comentário do técnico português ao minimizar o episódio no jogo entre PSG e Basaksehir

O apresentador Neto não poupou críticas ao técnico Jorge Jesus, do Benfica, depois de o português afirmar que “está na moda isso do racismo”. O ex-técnico do Flamengo tem sido duramente criticado nas redes sociais depois de minimizar o episódio de intolerância na partida entre PSG e Istanbul Basaksehir, na terça (8/12).

“A entrevista do Jorge Jesus mostra o tanto que ele é racista. Algum branco foi vendido? Algum branco foi escravizado? Aí é um pensamento dele”, disparou o Carque Neto, durante o programa Os Donos da Bola desta quarta-feira, na TV Band.

A crítica do apresentador foi em resposta ao comentário de Jesus em relação ao adiamento do duelo pela Champions League após acusação de racismo. “Não sei o que aconteceu, eu não estava lá. Não sei o que se falou, o que se diz, mas hoje está muito na moda isso do racismo. Como cidadão tenho direto de pensar à minha maneira e só posso ter uma opinião concreta se souber o que se disse naquele momento. Porque hoje qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo. A mesma coisa dita contra um branco já não é sinal de racismo. Está se implantando essa onda no mundo. Se calhar, até houve algum sinal de racismo com esse treinador, mas eu não sei o que disseram”, afirmou Jesus, em entrevista coletiva.

Neto também aproveitou para parabenizar a postura dos jogadores de PSG e Basaksehir, que se recusaram a jogar após o caso. “Parabéns ao Neymar. Parabéns ao Mbappé. Eu acho que daí começa a fluir determinadas coisas em relação a quem é racista. A gente tem um mundo racista. Nesse momento, a gente tem que aplaudir. Quem sabe os nossos filhos e netos possam usar da bondade de partir para cima desse Sebastien, de quem acha que não existe racismo”, afirmou Neto.

O caso

O novo caso de racismo no futebol ocorreu aos 14 minutos do primeiro tempo da partida válida pela rodada final da fase de grupos da Champions League. O reserva do Basaksehir Demba Ba acusou o 4º árbitro romeno Sebastian Colţescu de ter proferido palavras de cunho racista contra o membro da comissão e ex-jogador Pierre Webó.

Também nesta quarta-feira, a Uefa anulou a expulsão do camaronês Pierre Webó, auxiliar técnico do Istanbul Basaksehir, além de substituir toda a arbitragem para a continuidade da partida.

METROPOLES

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *