Home Geral Economia NATAL PREMIADO 2020 Decreto estadual permite parcelamento do ICMS normal de dezembro em três vezes

NATAL PREMIADO 2020 Decreto estadual permite parcelamento do ICMS normal de dezembro em três vezes

NATAL PREMIADO 2020 Decreto estadual permite parcelamento do ICMS normal de dezembro em três vezes
0
0

Por meio da campanha Natal Premiado, empresas do setor varejista conseguem suporte em meio à crise econômica gerada pela pandemia de Covid-19

O Governo de Alagoas definiu prazo especial para recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) normal referente às operações de venda realizadas no mês de dezembro. O Decreto Nº 72.434/20 dividiu o imposto em três parcelas mensais e consecutivas, sem juros ou multa, possibilitando às empresas do setor varejista um melhor planejamento financeiro para 2021. O decreto está disponível no Diário Oficial do Estado Suplementar do dia 23 de dezembro.

A iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria da Fazenda (Sefaz), atende ao pleito apresentado pela Federalagoas e a Associação Comercial de Maceió e busca, sobretudo, melhorar o fluxo financeiro dos varejistas em meio à crise econômica gerada neste ano de pandemia. Além disso, garante aos comerciantes alagoanos a possibilidade de fortalecer seus estoques com o reforço de caixa característico do mês de dezembro.

A primeira parcela no percentual de 34% do valor total do ICMS deve ser recolhida até o dia 8 de janeiro; a segunda, de 33% do total, até 9 de fevereiro e a terceira, último percentual de 33%, até 9 de março de 2021. A medida é válida para os varejistas regularmente inscritos no Caceal que estejam participando da Campanha Natal Premiado até o dia 29 de dezembro.

A Sefaz alerta que os contribuintes que não respeitarem o recolhimento integral de qualquer parcela nos prazos estabelecidos ou realizarem as operações sem a emissão do documento fiscal perderão o direito ao parcelamento.

O parcelamento não se aplica apenas aos optantes do Simples Nacional. Os enquadrados nas atividades econômicas de comércio varejista de veículos automotores novos ou usados, de produtos farmacêuticos alopáticos, homeopáticos (farmácias e drogarias) e farmácias de manipulação ou hipermercados, supermercados e minimercados também não estão inseridos.

Vale destacar que o consumidor também é beneficiado por prêmios na campanha, como automóvel, televisores de 32 polegadas, vale-compras no valor de R$ 1 mil ou conjuntos de camas box, a partir de cupons recebidos nas compras acima de R$ 50 em diversas lojas da capital e do interior que participam do Natal Premiado 2020.

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *