Home Destaque CORONAVÍRUS: A emocionante despedida de casal com covid em ‘último encontro’ em hospital

CORONAVÍRUS: A emocionante despedida de casal com covid em ‘último encontro’ em hospital

CORONAVÍRUS: A emocionante despedida de casal com covid em ‘último encontro’ em hospital
0
0

Um casal de idosos com coronavírus foi ajudado por um hospital a se despedir depois que a condição da mulher piorou.

Gerry e Barbara Jarrett, de Bracknell, no Reino Unido, estavam em alas separadas no Frimley Park Hospital, em Surrey.

A filha deles, Chloe, que postou uma foto do encontro no Twitter, disse que sua mãe “parecia estar no fim de seus dias”.

Ela disse que seus pais tiveram um “precioso” tempo extra juntos, graças aos “incríveis” esforços do hospital.

Keljarrett disse que seu pai de 79 anos e sua mãe, de 76, que estão juntos há 50 anos, foram internados no hospital com covid-19 há duas semanas.

Na terça-feira, ela postou: “No meio de um pico de pandemia, a equipe (ou seja, um consultor, um cirurgião e um enfermeiro) da FPH apenas garantiu que meu pai visse minha mãe pelo que provavelmente foi a última vez.”

Ela disse que outro encontro aconteceu na quarta-feira, quando “mamãe parecia estar no fim de seus dias”.

“Papai foi empurrado para dentro, chorando, tocou sua mão e seus olhos se abriram. Ela estava acordada e brilhante e podia falar”, contou.

“Tivemos uma ou duas horas extras antes que sua respiração piorasse novamente e pudéssemos dizer o que queríamos”, acrescentou.

“Tudo graças ao pessoal que tornou esses encontros possíveis. Nos tempos atuais, acho isso incrível”, finalizou.

‘Limites emocionais’

Keljarrett disse que seu pai estava “mostrando sinais de melhora, mas tem uma longa jornada para completar”.

Emergência do hospital Frimley
Legenda da foto,“Estamos muito felizes de que nossa equipe tenha conseguido tornar este momento um pouco mais fácil para todos vocês”, disse hospital

“Ele tem uma série de outros problemas de saúde que tornarão a recuperação um pouco mais complicada, mas tenho que ter certeza de que ele vai superar esse vírus horrendo”, acrescentou.

Ela disse que conheceu funcionários de hospitais que estavam “fazendo turnos duplos inesperados” devido à falta de pessoal.

“Não sei como eles estão administrando tal compaixão quando são forçados a atingir seus limites emocionais e físicos”, disse.

Em resposta à postagem de Keljarrett no Twitter, o hospital escreveu: “Nossos corações estão com você e sua família”.

“Estamos muito felizes que nossa equipe tenha conseguido tornar este momento um pouco mais fácil para todos vocês”.

“Este é realmente um dos cuidados que prestamos que mais importa.”

BBCBRASIL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *