Home Destaque PC prende mulher que tentava aplicar golpe em policial civil

PC prende mulher que tentava aplicar golpe em policial civil

PC prende mulher que tentava aplicar golpe em policial civil
0
0

Uma mulher de 36 anos foi presa por policiais civis da Divisão Especial de investigação e Capturas (DEIC), TIGRE e Seção de Capturas, sob o comando do delegado Gustavo Xavier, nesta terça-feira (26), pela prática do crime de estelionato. A prisão ocorreu no interior de um supermercado, em Maceió.

De acordo com o delegado, a mulher foi presa depois de tentar aplicar um golpe em um policial civil.

Ela viu o anúncio de venda de dois relógios feito pelo policial em um site, daí ela marcou com ele para efetuar a compra em um supermercado, no bairro de Mangabeiras, e só queria pagar com cheque. O agente da PC desconfiou e deu voz de prisão contra a investigada.

Depois de presa, os policaiis foram com a mulher, que é do estado de Goiás, até a pousada, próximo ao Terminal Rodoviário de Maceió, onde ela estava hospedada e aprenderam várias folhas de cheque sem serem preenchidos, e em diversos nomes, um relógio e o microfone que a investigada comprou ilegalmente com cheque falso.

“Em continuação a investigação, os policiais civis conseguiram localizar o proprietário do relógio, como também o comparsa da investigada, que ela conheceu no presídio da cidade de Palmas(TO), onde o mesmo já foi preso com outra mulher aplicando o mesmo golpe. Foi descoberto também que a investigada já veio da cidade de Salvador (BA), onde estava aplicando golpes, e o que conseguiu ilegalmente entregou ao seu comparsa”, frisou o delegado Gustavo Xavier.

Depois de presa, a mulher foi conduzida para a sede da DEIC, no bairro da Santa Amélia, para ser ouvida e prestar mais informações sobre a conduta criminosa.
O delegado disse ainda que a estelionatária apresentava-se como compradora e, durante o pagamento, agia de forma fraudulenta com a utilização de cheques sem fundos e que há a participação de outras pessoas do estado do Goiás.

Redação com ascom/PC.AL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *