Home Destaque CONQUISTA Rede estadual de Alagoas soma 49 medalhas na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC)

CONQUISTA Rede estadual de Alagoas soma 49 medalhas na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC)

CONQUISTA Rede estadual de Alagoas soma 49 medalhas na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC)
0
0

Evento foi realizado 100% online e teve a participação de dois milhões de estudantes de todo o país

Após as 81 medalhas na Olimpíada de Astronomia e Astronáutica (OBA) e Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), a rede estadual de Alagoas volta a comemorar um bom desempenho em uma olimpíada de conhecimento. Desta vez, são 49 medalhas na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC).

O resultado pode ser conferido no site da ONC – https://onciencias.org/- e, destas 49 medalhas, 10 são de ouro, 23, de prata e 16 de bronze. O número de premiações da rede estadual alagoana sobe para 122 se somadas as Menções Honrosas. Em todo o Brasil, quase dois milhões de estudantes participaram da competição que, em virtude da pandemia, teve aplicação 100% online.

O superintendente de Políticas Educacionais da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Ricardo Lisboa, comemora o resultado e parabeniza as escolas e alunos medalhistas. “Nos últimos anos, tivemos um excelente desempenho em olimpíadas de conhecimento, especialmente na área de ciência, onde a Seduc vem promovendo diversas ações, como projetos de programação em robótica, formações com professores e o próprio Encontro Estudantil, onde divulgamos os trabalhos desenvolvidos nas unidades de ensino. Em meio a um ano desafiador, as escolas, professores e estudantes estão de parabéns”, destaca.

Tiradentes– O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Alagoas (CPM-AL) foi um dos destaques da rede estadual na competição, com 37 medalhas e 35 Menções Honrosas, totalizando 72 premiações. Destas, 28 medalhas e 23 Menções Honrosas para a Unidade Agreste (Arapiraca) e 9 medalhas e 12 Menções Honrosas para a Unidade Maceió. Todas as medalhas de ouro da rede estadual na ONC são do Colégio Tiradentes, sendo 7 do Agreste e 3 da capital. A unidade ainda ganhou 17 pratas (14 do Agreste e 3 de Maceió)  e 10 bronzes (7 do Agreste e 3 da capital). Um desempenho comemorado pelo diretor Major Vailton Ursulino, pelas diretoras pedagógicas Helena Soares (Maceió) e Quitéria Bezerra (Arapiraca) e pelos professores Marcos Antonio Félix  Goncalves e Thyerri José Oliveira Sena.

Aluno da Unidade Agreste, João Henrique da Silva Melo é um destes medalhistas. Em sua primeira participação, o resultado não poderia ser melhor: medalha de ouro. Ele atribui a conquista ao foco nos estudos e constante acompanhamento do professor Thyerri. “Nesse período remoto de aulas, estudei bastante e o professor estava sempre nos acompanhando, passando provas antigas. Essa medalha é a realização de um sonho”, afirma João que, este ano, vai cursar o 9º ano do ensino fundamental.

Pela Unidade Maceió, o estudante Lucas Rocha obteve a prata e diz que a medalha é uma motivação para se dedicar ainda mais aos estudos. “Receber essa premiação em uma olimpíada tão conceituada como a ONC traz uma sensação gratificante e de dever cumprido, mas também me motiva a buscar mais conhecimento e melhorar como pessoa e estudante”, declara o garoto, que  em 2021 vai cursar a 2ª série do ensino médio.

Superação – Adrian Miguel Dantas Dória, Maria Eduarda da Silva Dias, Letícia Marques da Silva, Ana Clara Melo e Mariana Alves da Silva são todos medalhistas de prata da ONC. Cada um tem uma história de superação e contou com apoio incondicional de família e professores.

Para Adrian, aluno da Escola Estadual Pedro Joaquim de Jesus, de Teotônio Vilela, esta é a segunda medalha na competição. Em 2019, ele conquistou o bronze. “As provas são complexas e contribuíram muito para um conhecimento. Essa prata é fruto de muito esforço e me deixa muito feliz, pois a conquistei em meio a um ano difícil”, celebra.

A vontade de superação e de buscar novos horizontes de conhecimento foi a motivação de Ana Clara, aluna da Escola Estadual Fernandes Lima e Mariana, da Escola Estadual Alfredo Gaspar de Mendonça, de Maceió. “Mesmo estando ainda na 8ª série, estudei conteúdos de química, física e biologia e, para isso, contei com a ajuda de meus professores, em especial do professor Geraldo. Quando saiu o resultado, veio a prata, era tudo o que eu mais esperava”, comemora Ana Clara. “Conquistar uma medalha em uma olimpíada onde pessoas de todo o Brasil participam é gratificante, pois abre portas para o futuro. Minha meta agora é buscar o ouro”, avisa Mariana.

Estudantes da Escola Estadual Manoel de Matos, de Santana do Mundaú, Maria Eduarda Dias e Letícia Marques, ressaltam o apoio de seus professores como um fator determinante para a conquista. “Não foi fácil me preparar para a ONC, mas meus professores me ajudaram bastante enviando materiais os quais eu estudava paralelamente às atividades do ensino remoto”, conta Letícia. “A jornada de preparação foi longa e teve como base o que aprendi no decorrer da minha vida escolar. O apoio dos professores e de toda a equipe gestora foi fundamental, pois eles não nos repassavam apenas conteúdo, mas também motivação.  Ganhar essa medalha é incrível e só tenho a agradecer a todos que fazem a nossa escola”, frisa Eduarda.

Inspiradores- Os professores Thyerry Oliveira Sena, do CPM Agreste e Geraldo Ferreira, da Escola Estadual Fernandes Lima, são entusiastas das olimpíadas de conhecimento e sempre estimulam seus estudantes a participarem destas competições. Recentemente, além da ONC, tiveram alunos seus premiados na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e Olimpíadas Canguru de Matemática.

“O resultado obtido tanto na OBA como na ONC é reflexo de uma abordagem que incentiva o estudante a buscar o conhecimento além da sala de aula como também do empenho da equipe diretiva, professores e, claro, nossos alunos, que, mesmo em meio a uma pandemia e com as olimpíadas não sendo obrigatórias, participam destas competições por entenderem os inúmeros benefícios que elas podem trazer”, avalia Thyerri, que leciona ciências e física na instituição arapiraquense.

Já Geraldo, trabalhou não só com seus alunos, mas também na formação de colegas professores que tiveram estudantes inscritos na ONC. Ele elogia o empenho dos estudantes que participaram do evento, em especial da sua medalhista Ana Clara. “Em 2020, a novidade foi que a ONC, que, até então, incluía apenas conteúdos das ciências da natureza, abordou também a disciplina de história. Por isso, fizemos treinamento três dias por semana, revendo questões de edições anteriores. A vontade dos alunos de querer aprender e pesquisar é fundamental para chegar a uma medalha. A Ana Clara é muito dedicada, foi ouro na Olimpíada de Matemática da Unicamp e, por pouco, não conquistou medalha nas Olimpíadas Canguru”, diz Geraldo.

Premiados – Confira abaixo a lista completa dos estudantes da rede estadual premiados na ONC:

CPM- Unidade Agreste (Arapiraca)

Ouro – Nathalia Rodrigues de Aguiar, Letycia Emiliano de Souza, Maria Luiza Santos de Lima, Nauan Évio Barbosa Izidório, Geoavana Emily Ventura Gonçalves, Gabriel Silva Amorim, João Henrique da Silva Melo;

Prata- Letícia Tavares da Silva, Cauã Santos Queiroz de Melo, Maria Gabrielle Maximino Dias, Natália Sabrino Araújo Feitosa, Yan Roberth Delmiro Silva, Rômulo dos Santos Gois, Evillyn Rayssa Mota Fernandes, Luís Antônio Nunes de Albuquerque, Maria Cecília Morais de Oliveira, Anna Clara Rodrigues da Silva, Carlos Eduardo Caetano Alves, Rayssa Silva Cardoso de Lima, Felipe Vieira de Lemos, Letícia Almeida Rodrigues;

Bronze – Kenandja Krishna de Araújo, Maria Claúdia Lorena Barbosa, Lucas Cavalcante Aguiar, Cláudio Matheus Anselmo Soares Santos, Emanuele Marques da Silva, Marianny Victória Santos Melo Silva, Taciane Santos Nobre Barbosa;

Menção Honrosa – Laura Mariana de Morais Moura, Letícia Emanuelly Vital Lúcio, Alana Vitória Severo Silva, Daniel Crescêncio Veríssimo Santos, Thanara Silva de Moraes, Luan Sérgio Ferreira Santos, Heloísa Costa Santos, Laize Oliveira de Melo, Namur Sebastião da Silva, Giovana Lenise Cavalcante, Mayra Rayssa Silva Dias, Phelipe Andrade do Nascimento, Guilherme Martins de Oliveira, Sara dos Santos Bezerra, Geovana Rocha Nogueira.

CPM – Unidade Maceió

Ouro – João Couto de Moraes, Yasmin Pinheiro do Nascimento, Leonardo Antônio Gomes Correia;

Prata – José Petrúcio Ferreira da Silva Júnior, Lucas Mateus Rocha Alencar, José Erick Bento Costa;

Bronze – Maria Alice da Silva Santos, Noemi Calheiros, Feitosa, Ryan Pedro Barros dos Santos;

Menção Honrosa – Anthony Marlinson Irenio Cavalcanti, Ingrid de Oliveira Souza Porto, Caio Francisco Cardoso Santos, Misael Natã Silva dos Santos, Izabel Victória dos Santos Ferreira, Letícia Alves do Nascimento, Isabelle Maryna Ferreira Torres, Kyanne Eduarda Soares Vicente, Pablo Mateus dos Santos Oliveira, Maryana Alves de Azevedo, Layza Maria Barbosa Silva, Anna Cecília Santos Ferreira.

Escola Estadual Manoel de Matos (Santana do Mudaú)

Prata – Maria Eduarda da Silva Dias e Letícia Marques da Silva;

Menção Honrosa – Nickole Giovanna Gonçalo Pereira, Matheus Antônio Felix de Souza, Saulo Manoel Lourenço Barbosa, Natanael Clemente da Silva Correia, Jadson da Silva Alves.

Escola Estadual Professora Maria Avelina do Carmo (Traipu)

Bronze – José Rafael Oliveira Palmeira de Souza;

Menção Honrosa – Lidiane Santos Silva, Lesly Kelayne Correia Lima, Tácita Karine Pereira de Souza, Evandro de Melo Rodrigues, José Vitor Rodrigues dos Santos.

Escola Estadual Delmo Ferreira da Silva (Jundiá)

Bronze- Alan Vinicius Soares Bomfim;

Menção Honrosa – Flaviane Carolaine da Silva Souza, Julyan Samira da Silva Bomfim, Kayk Cristóvão Santos Amorim, Antônio Marcos Barbosa da Silva Segundo.

Escola Estadual Ana Lins (São Miguel dos Campos)

Bronze – Matheus Bernardino da Silva;

Menção Honrosa – Antônio Laurindo da Silva, Maria Eduarda Santos da Silva, Emanuel Levi de França Farias, Lara Fabian dos Santos Silva.

Escola Estadual Professor José Felix de Carvalho Alves (São Sebastião)

Bronze – Vitória Batista Vitorino;

Menção Honrosa – Manoel Messias de Lira Santos Rocha, Francisco França Brito dos Santos, Jaedison da Silva Alcântara.

Escola Estadual José Quintela Cavalcanti (Arapiraca)

Bronze- Maria Victória Gomes dos Santos;

Menção Honrosa – Ajon Deodato Marques; Ana Cristina Ferreira da Silva e Maria Letícia de Araújo.

Escola Estadual Dr. Carlos Gomes de Barros (União dos Palmares)

Prata – Maria Clara Pimentel da Silva;

Menção Honrosa – Gernandes de Araújo Silva

Escola Estadual Dr. Fernandes Lima (Maceió)

Prata – Ana Clara de Melo Araújo;

Menção Honrosa – Leonardo José Lucas Ferro Moreira;

Escola Estadual Alfredo Gaspar de Mendonça (Maceió)

Prata- Mariana Alves da Silva.

Escola Estadual de Educação Básica Pedro Joaquim de Jesus (Teotônio Vilela)

Prata- Adrian Miguel Dantas Dória.

Escola Estadual Professor Remi Lima (Maceió)

Bronze – Gabriel Dias da Silva.

Escola Estadual Luiz Bastos (Canapi)

Menção Honrosa – José Eduardo Silva de Souza, Mayara Severo da Silva, Eduardo Rodrigues da Silva Gama, Tomaz de Oliveira Campos.

Escola Estadual Professor Lima Castro (Coruripe)

Menção Honrosa – Luana Carla dos Santos Silva, Vanessa Barbosa de Lima Cordeiro.

Escola Estadual Onélia Campelo (Maceió)

Menção Honrosa – Thallys Stanley Gomes da Silva Nascimento, Deborah Mirelle da Silva Santos.

Escola Estadual Dra Eunice de Lemos Campos (Maceió)

Menção Honrosa – Anny Karoline de Paula Santos, Daniel Francisco Peixoto da Silva.

Escola Estadual de Educação Básica e Profissional José Aprígio Brandão Vilela (Teotônio Vilela)

Menção Honrosa- Alisson de Deus Santos.

Escola Estadual Professor Sebastião Felisberto de Carvalho (Barra de Santo Antônio)

Menção Honrosa – Kamilly Fabianny da Silva Verçoza.

Agência Alagoas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *