Home Geral Maceió Gestão JHC não presta contas e União pode suspender transferências federais

Gestão JHC não presta contas e União pode suspender transferências federais

Gestão JHC não presta contas e União pode suspender transferências federais
0
0

A Prefeitura de Maceió pode ficar impedida de receber as transferências voluntárias da União e ter dificuldade para contratar operações de crédito porque a gestão do prefeito João Henrique Caldas, o JHC (PSB), ainda não enviou o Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) referente ao primeiro bimestre deste ano.

O RREO é um dos recursos presentes na Lei de Responsabilidade Fiscal, com as informações contábeis da administração pública. É como se fosse a vitrine da gestão. Mostra a arrecadação em impostos, taxas, transferências federais e receitas.

A transparência no uso dos recursos públicos foi uma das principais promessas de campanha do então candidato, hoje prefeito, JHC. Quando deputado estadual, Jota denunciou funcionários fantasmas na Assembleia além de gastos ocultos do legislativo estadual. A bandeira lhe valeu votos para deputado federal. Foi duas vezes o mais votado para a Câmara dos Deputados em Alagoas usando este discurso.

Segundo a Constituição Federal (artigo 165, parágrafo terceiro), o poder executivo tem até 30 dias, após o encerramento de cada bimestre, para enviar ao Tesouro Nacional o RREO.

O blog consultou o Tesouro e, a respeito da Prefeitura da capital alagoana, estas informações não estavam publicadas até às 01:46 deste sábado.

Estes dados estão no Sincofi, que é o Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro, considerado um sistema padrão para recebimento dos dados fiscais.

Reporternordeste

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *